Minha lista de blogs

quinta-feira, fevereiro 23, 2017

Um jogo para agradar treinadores

Crassico é crassico e vice versa
Quem foi ao jogo para ver seus super heróis, saiu decepcionado. Festa só antes do jogo, no campo uma pelada ao estilo solteiros contra casados.

Em um clássico de pouca qualidade técnica, prevaleceu o desejo de seus treinadores. Deu empate. Bom negocio para Marcio Goiano que com um time limitadíssimo montou um esquema 3-5-1 para não perder para o líder do Campeonato e para Claudinei Oliveira que atingiu seu objetivo em permanecer invicto, mesmo não comemorando o titulo no clássico segue firme com as duas mãos para conquista o titulo primeiro turno.

Frustrante foi ver mais uma vez os jogadores avaianos convocarem seus torcedores para o jogo, mas em campo ninguém queria nada com nada.
Oh joguinho de compadre, soh. Típico do clássico que um não queria perder para o outro. Resultado: 0 a 0.
Com certeza Ariel que viaja 1800 quilômetros para ver o Avaí jogar, como seus mais de 50 amigos de Buenos Aires torcedores do Avaí ( foto acima) assistiram o pior jogo do Leão no Campeonato. Time apático  totalmente diferente do que foi até aqui nas mãos de Claudinei Oliveira.

Se no campo o resultado deixou a desejar, na Confraria Toca do Leão teve de tudo um poucos. André que voltou a ser sócio mostrou sua carteirinha, teve "zueira" em cima do rival, famílias inteiras reunidas, amigos, casa cheia e bate papo ate altas horas da matina.




Quem foi convocado pelos jogadores do Avaí saiu sem entender tamanha falta de disposição para o Leão abater o rival em casa

Ainda bem aproveitei a inda ao estadio, no caminho aproveitei para me refrescas, tomando uma deliciosa cerveja artesanal.

Continuamos invicto e com uma mão na taça do primeiro turno, mas bem que ontem podíamos ter segurado ela com as duas mãos. Oh cambada de mandriões.

Tem gente da mídia, aqueles de sempre,  dizendo que o rival merecia ganhar porque Kozlinski fez duas defesas importantes,  nossas bolas parada e falta do M10 não valem nada? Porque não admitem que foi um jogo sofrível e o melhor resultado foi mesmo o 0 a 0? 


Um grande abraço a todos que ontem me permitiram fazer registros de seu lazer ( foto-reportagem), em especial ao amigo, o argentino  Ariel, que semana passada assistiu Avai 2 x 1 Brusque, mas por chegar em cima da hora não tivemos o prazer de trocar umas ideias.

Como é do conhecimento de todos, não a um meio de publicar todas as fotos nesse espaço, mas todos, mesmo quem não possui "facebook" podem olhar as demais fotos da Ressacada e o entorno dela, clicando AQUI e fotos da Confraria Toca do Leão,  AQUI.

Valeu pessoal, até próximo jogo...fui

4 comentários:

  1. Meu amigo Serjão, jogo de compadres. Avaí sem aquela raça tradicional, sem toque de bola e vontade de vencer. Do outro lado so chutão. Lamentável a atitude de nossos jogadores, jogando em casa com o apoio real dá nossa torcida. Até agora tento encontrar explicações pró ocorrido ontem e não consigo captar nada. Qual a estratégia? Novamente aquela palavra desagradável, frustração total e um grande desanimo. Vamos pra próxima e a vida segue. Abcs. AntonioC.

    ResponderExcluir
  2. AntonioC, síntese perfeita do que sentiu pôs jogo o torcedor avaiano. Classico é clássico e o resultado foi normal. Anormal foram eles pedir para o torcedor ir ao estádio, mas não fizerem nada para vencer. Como disse M10:” não se joga um clássico, se vence”. O Avai jogou apenas uma partida a mais no campeonato, não um clássico, não deviam ser assim.

    Pela falta de mudança de esquema, pelo jeito Claudinei Oliveira incutiu na cabeça dos jogadores que um ponto era bom demais. Pela qualidade técnica e o bom momento avaiano podiam arriscar mais que nada mudaria as chances de ser campeão do primeiro turno, mas quem sou para saber o que seria bom para o Avai nesse jogo?

    Que os erros do jogo, falta de raça e ambição de vitória, faça todos refletir sobre sua atuação de ontem e que Claudinei Oliveira crie novas alternativas para jogar com time que povoa o meio campo e fecha as nossas laterais. Abs

    ResponderExcluir
  3. Sergio a turma da mídia que adora uma "xepa" so porque não perderam o clássico ja estão tratando os Nojeiras como um dos postulantes ao titulo. Um jogo sobre o comando de outro comandante ja da para fazer essa avaliação? Que isso gente? Nem disfarçam a paixão que nutrem pelo time alvinegro.
    Samuel-Campeche

    ResponderExcluir
  4. Samuel-Campeche, boa noite. Não me surpreendem. Tanto é que so mandam estagiários para cobrir assuntos do Avai. No ultimo jogo mandaram uma tal de Gabriela Machado (será que é filha do Cuica? Se for toda família é doente pelo alvinegro) fazer “flash” da Ressacada sobre a movimentação na compra de ingressos.
    Não sei se por falta de informação, má vontade com o Avai ou sacanagem mesmo. A despreparada repórter passou a informação que o preço dos ingressos para o torcedor avaiano é de r$ 60 a 100 e para eles apenas r$ 60,00.
    Juro que não tenho nada contra a menina, mas se coloque no lugar do torcedor avaiano que estava pensando em comprar o ingresso e ouve que para eles era so 60 pila, para os avaianos 100 reis.
    Esta na cara que muitos torcedores avaianos desistiram de ir jogo sem saber que para nosso torcedor com camisa do Avai ou meio entrada pagava apenas 30 reais.
    Como diz, Rodrigo Fetter da radio Guaruja, ajuda aê. É uma estratégia de a rede gaúcha afastar o torcedor do Avai do clássico ou a menina é limitada, mesmo?
    É o que eu sempre digo, nem todo torcedor gosta de escrever, mas fazer como a torcida alvinegra que enche minha caixa postal com nada aproveitável, melhor nem escrever.
    Bastou eles empatar com o líder do campeonato e a mídia alvinegra já acha que eles são o Real Madri do Estreito e a turma de sofredores começaram, de novo, a extravasar toda sua crise existencial e sua limitação em escrever uma linha que não tenha um palavrão. Nem olho, vão direto para lixeira..
    Um grande abraço mô quirido!

    ResponderExcluir

Ta expiando? Gostou? Tem conta no google? Vai, comenta!
Tenha autocritica, argumente, sem usar termos chulos e obscenos (palavrões).Pode discordar, mas sem guerras verbais, ataques pessoais a pessoas e instituições. Assim tu me agradas! Danke Fur Ihren Besuch, thanks for your visit.