Minha lista de blogs

sábado, abril 30, 2016

Avaí 2 x 0 Operário - Copa do Brasil 28/04/2016



 Foto: Homenagem ao recem nascido Lucasfilho dos avaianos Emanuelle e Bruno

FICHA TÉCNICA
Jogo: Avaí 2×0 Operário-MT
Competição: Copa do Brasil
Data: 28/04/2016 – Hora: 19h15
Estádio: Ressacada – Local: Florianópolis-SC

Árbitro: Diego Almeida Real – RS (CBF-1)
Árbitro Assistente 1: Elio Nepomuceno de Andrade Junior – RS (CBF-1)
Árbitro Assistente 2: Lucio Beiersdorf Flor – RS (CBF-1)
Quarto Árbitro: Edson da Silva – SC (CBF-2)
Assessor: Eberval Lodetti – SC (ASS)

ELENCO DO AVAÍ
Renan; Renato, André Santos, Gabriel e Vitor Costa (Lucas Lovat); Judson, João Filipe (Renan) e Tauã (Diego Jardel); Lucas Fernandes, Iury e William.
TÉCNICO: Silas Pereira

ELENCO DO OPERÁRIO-MT
Haylson; Thiago Araújo, Júlio César, Kall e Jeanzinho (Sérgio Rafael); Jean, Kayo, Deivisson (Laionel) e Willian; Thiago Rômulo (Yago) e Tito.
TÉCNICO: Eduardo Henrique

CARTÕES AMARELOS
AVAÍ: Renan
OPERÁRIO-MT: Kall, Kayo, Tito, Thiago Rômulo e Júlio César

sexta-feira, abril 29, 2016

Confraria Toca do Leão_ Avai 2 x 0 Operario-MT

Habemos torcedor pé quente
Voltei ao reduto mais avaiano do entorno da Ressacada, a Toca do Leão em grande estilo e fui bem recepcionado por todos.

Não foi aquela farra de tempos passados, até porque pouco torcedores se animaram a assistir um time tão frio em uma noite tão gelada. Imagina passar na Toca para tomar uma gelada?
Atraído por uma nova cerveja apresentada por Marcos Toca, abri os trabalhos hidráulicos da Confraria Toca do Leão com os amigos, professor Hermes, Katia de Paula o tenista campeão Catarinense 2016 pelo LIC, musico, escritor, professor e outras coisas mais o dr Antônio Coelho.


Depois da vitoria para comemorar o desencantar de William e para tirar o desgaste da tensão do jogo comemos alguns petiscos acompanhado dos demais amigos: Odinho,Rafa, Brodinho, Fulgêncio, Ranieri e Juarez. Carlão não telefonou nem deu as caras, mas seu representante o Dr. Silvino marcou presença e confirmou sua ida a Recife para assistir o Avai conosco.  Ficamos até umas 22h00 jogando conversa fora esperando a fila acabar. Eta coisa boa!
Jaison e seu filho eram só sorrisos
Alguns estavam tão ansiosos com o jogo que chegaram bem cedo  e cheios de esperança. 
Não que eu ache que o time esteja pronto para encarrar o Brasileirão Serie B, mas mostrar disposição em campo é o mínimo que o torcedor pede. Reverter a derrota sofrida e seguir em frente na Copa do Brasil é bom demais.
Não levei minha maquina fotográfica, mas com meu celular, não resisti e fiz alguns registros. Afinal como não bater uma fotografia para mostrar a elegância dos avaianos Pedrinho do Horácio e Hermes Guedes?

Jogando bem ou mal para alguns, o importante é que vencemos e na próxima fase vamos encarrar  o Bragantino
Então, secadores continue sofrendo porque a gente vai vivendo e torcendo pelo azul mais querido de Santa Catarina.
Valeu cambada! Até a proxima

Resssacada_CB_Avai 2 x 0 Operario-MT

Que venha os próximos adversários!

Nos últimos meses, ausentei-me da Ressacada e fiquei vendo os jogos pela televisão. Na minha volta vi um time diferente.
O jogo não foi um primor. Mas para quem um dia antes tinha visto a pelada no empate em 0 a 0 entre Manchester City vs Real Madri sem Cristiano Ronaldo e Benzema,posso afirmar: O jogo da Ressacada estava mais animado.

Tivemos uns três a quadro destaques individuais, mas o que valeu no jogo foi o coletivo. Nesse time de ontem o melhor que vi foi a volta da raça avaiana e com um pouquinho mais de eficiência que em outros jogos, fizemos dois gols e seguimos em frente na Copa do Brasil e alem é claro, colocamos 480 mil na caixa do clube.

Compreendo as criticas  é evidente que tem que se trazer reforços, mas deu para tirar a inhaca. E principalmente foi ótimo rever os amigos.

Tragam reforços e toca a pelota!
ET: A postagem da Confraria Toca do Leão sera publicada as 14h, mas as fotos ja estão no meu face.

quinta-feira, abril 28, 2016

Noticias do Avai_ Leão x Operário-MT

Ressacada será o palco da partida entre Avaí e Operário-MT. O confronto é válido pela partida de volta da 1ª fase da Copa do Brasil 2016.

A receita é ter uma equipe unida e trabalho, trabalho, trabalho

Quem estrela tem que brilhar

O técnico sensação do Paulistão 2016, Fernando Diniz em 2011,  no comando do Botafogo-SP, permaneceu a frente do time apenas 4 jogos.  Ganhou o primeiro, perdeu 3 e apos ser goleado pela Portuguesa por 4 a 1 foi demitido.

Na derrota que tiveram por 1 a 0 no começo do campeonato para o Corinthians o Globo Esporte sai com essa: “ Conhecido por fazer suas equipes evitarem chutões,  trocarem passes desde a saída do goleiro, o ex-meia Fernando Diniz deixou de ser novidade. Virou presa fácil com seu esquema mais suicida que moderno”.

Após passar por Palmeiras, golear o São Paulo e eliminar o time da mídia Paulista, o cara passou a ser o treinador que qualquer torcedor gostaria de ter no seu clube.
O futebol tem muito disso: quando o resultado é ruim, nada presta, passa a ganhar, tudo é bonito e correto

O Avai a partir do jogo de hoje contra Operário–MT não precisa virar um AUDAX, mas com apoio da torcida, um diretoria dinâmica e trabalho de operário dos jogadores aos poucos podemos recolocar o time no caminho das vitorias e no final do ano comemorar muitas coisas juntos. Se bem que com o gramado da Ressacada permite o tiki-taka, mas ai é querer demais.

Psicólogo e treinador, gesticula, interage, participa e pede movimentação o tempo todo.  Não é tão duro quanto Guardiola, mas se for para ver seu carrossel andar, também diz palavrões.

Quem não quiser jogar que bote a viola debaixo do braço e vá tocar em outro lugar

Não que Silas vá copia-lo, até porque no grupo atual não tem profissionais tão qualificados e dedicados quanto ele. Mas jogar sem vontade e perder para o Camboriú na Ressacada,  que com essa ato insano quase nos levou a Segunda Catarinense é pura sacanagem. 
No futebol tudo é possível.  Com perseverança e trabalho Fernando Diniz hoje é herói. Precisamos salvar o semestre. Que se comece uma caminhada vitoriosa avançando a Segunda Fase da Copa do Brasil e com a participação de reforços Silas que esteve no Esporte em Debate (Radio Guarujá) semana possa reviver seus bons momentos a frente do Avai FC.

Tamos combinados.  Hoje a partir das 19h15 todos na Ressacada!

quarta-feira, abril 27, 2016

Que se começe o tal choque de gestão

Sera que sai do papel?

O presidente do Avai, Francisco Battistotti elencou alguns de seus planos de gestão.

A torcida acha que seja mais uma embromação da Chapa Sempre Avai, que ate agora não justificou sua eleição e so nos tem dado dor de cabeça. 

"Os itens a serem colocados em pratica são esses:

- Busca de parcerias e patrocínios
- Conseguir o acesso à Série A
- Redução de custos através da revisão dos processos
- Revisão da estratégia das categorias de base
- Redefinir a estrutura organizacional do clube com um novo organograma, readequando ele ao novo estatuto do clube
- Evitar decisões de forma unilateral, ouvir os demais integrantes do corpo diretivo
- Estar presente diariamente no clube e sempre disponível para conversar
- Tomar decisões respeitando o sistema hierárquico da estrutura organizacional, sem privilégio e influências externas
- Não contratar, programar atividades ou projetos sem observar a programação orçamentária do clube
- Fortalecer e valorizar a estrutura da coordenação de saúde esportiva do clube
- Fazer cumprir o plano de carreira, cargos e salários do clube
- Recuperar o dinamismo dos recursos humanos de todos os setores do clube"

(Fonte: http://www.clicrbs.com.br/sc/)

Foto: Charles Guerra / Agencia RBS

A festa vitoria da chapa de Battistotti começou assim

Hoje depois da gestão desastrada e a renuncia de Nilton Macedo sobrou pra ele, pois nenhum desses festeiros ai quis assumir o Avai.
Que se comece a restrutura do clube com urgência.
Boa sorte, Battistotti!

terça-feira, abril 26, 2016

Retratos do Torcedor

Time de futebol é como uma familia, a gente briga mais esta sempre junto

O Estadual ja se foi e pelo terceiro ano consecutivo sobre a administração Milton Macedo brigamos para não cair. Escapamos da degola e no primeiro jogo pela Copa do Brasil, tropeçamos. Perdemos por 1 a 0 para o Operário-MT, placar que não é tão difícil de reverter.


Cabe a nos torcedores fazer a nossa parte, indo ao estadio em grande numero, apoiar o time até o ultimo minuto de jogo.
De nada adianta o torcedor fazer sua parte se a turma que entra em campo não calibrar melhor a pontaria, errar menos passes, se doarem mais nos jogos, aprimorar mais nos treinos e cuidar da parte física. 
Mesmo perdendo 8 jogos dos 9 disputados no segundo turno, as chances de gols estão sendo criadas, até William, nosso antigo homem-gol a cada jogo tem tido de três a cinco chances reais de finalizar. Fora de forma, sem o tempo de bola e com falta de raciocino rápido tem finalizado errado ou dando tempo das defesas adversarias se recomporem 
Momentos de jejum de gols todo grande matador passa, o próprio Fred do Fluminense vive esse momento. Ha 10 jogos não marca. Como precisamos de dois gols de diferença para eliminar o time Mato-grossense. Que tal William desencantar e Rômulo nossa eterna promessa fazer o seu?
Como torcedor estou apreensivo e esperando o tal choque de gestão, tão propalado pelo atual presidente, Battistotti.

Enquanto os reforços não vem, vamos com o que temos de melhor.

Quinta-feira, dia 28, às 19h15, lugar de torcedor avaiano é na Ressacada.

domingo, abril 24, 2016

Eta Leão mandrião!


Chega de tanta apreensão e olhar para parte de baixo da tabela


O esquema 4-3-3 adotado por Silas até que foi bem ofensivo, mas se o time titular da vexame, imagina um time misto com essa formação: Mauricio Kozlinski; André Krobel, Henrique, Célio Santos e Lucas Lovat; Caio César, Lucas de Sá e Lucas Fernandes; Toshi, Tauã e Wiker

Não deu. Dos onze últimos jogos realizados, perdemos dez. De novo, passamos em branco e o Internacional de Lages venceu por 2 a 0 sem levar susto.


Não temos grupo, união, nada que preste. Exceto Renan e Gabriel o resto pode ser dispensado. Desde que virei torcedor nunca vi o Avai em uma crise tão grande, tão perdedor, tão abandonado. É tanta incompetência de gestão, falta de qualidade de jogadores que exige uma dose cavalar de paciência de seu torcedor. 

Basta de tamanha vergonha. Reforços já! 

Futebol, na alegria e na tristeza

Luiz Antônio Costa e Maria Aparecida Schweitzer Costa
- Alô, Silas e nosso grupo de jogadores! O time não pode dançar tão rápido em mais uma competição.
“Não passo de um mendigo do bom futebol. Ando pelo mundo de chapéu na mão, e nos estádios suplico: ‘Uma linda jogada pelo amor de Deus!’ Quando acontece o bom futebol, agradeço o milagre sem me importar com o clube ou o país que o oferece”.
É assim que o escritor uruguaio Eduardo Galeano inicia o seu Futebol ao sol e à sombra, livro que é uma homenagem ao esporte e seus heróis de todas as pátrias. 
Antes de entrar no assunto propriamente dito, ele oferece definições muito próprias, e românticas, dos vários aspectos e dos personagens do futebol. O gol: “É o orgasmo do futebol”. O árbitro: “O árbitro é arbitrário por definição”. O ídolo: “E um belo dia a deusa dos ventos beija o pé do homem, o maltratado, o desprezado pé, e desse beijo nasce o ídolo do futebol”. A bola: “No Brasil, ninguém duvida de que ela é mulher”.
Galeano vai buscar as origens mais remotas do jogo e as encontra na China, cinco mil anos atrás: “No futebol, como em quase tudo, os primeiros foram os chineses”. Porém, o futebol teria chegado ao Ocidente, às Ilhas Britânicas, “pelos pés dos legionários romanos”. O escritor vai encontrar citações sobre o futebol até em Shakepeare:
- Rodo para vós de tal maneira… Tomais-me por uma bola de futebol? Vós me chutais para lá e ele me chuta para cá. Se devo durar nesse serviço, deveis forrar-me de couro. (Comédia de erros)
E, em Rei Lear, o conde de Kent costumava insultar assim: “Tu, desprezível jogador de futebol”.
Por óbvio, Galeano detém-se na Copa de 1950, a tragédia que abalou o Brasil, provocada pelo time de seu país. Entanto, o escritor uruguaio não tripudia. Generosamente, destaca os craques brasileiros, inclusive o goleiro Barbosa, que tomou o fatídico gol de Ghiggia, que sacramentou a derrota do Brasil na final, por 2×1, em pleno Maracanã. A Jules Rimet foi para o Uruguai.
O gol foi de Ghiggia, mas todos os analistas são unânime em afirmar que o condutor da vitória foi o capitão do time, Obidulio Varela, que absteve-se de bater no peito, cantar vitória. Ao fim do jogo, cercado por jornalistas, atribuiu a derrota brasileira à “causalidade”, e evitou ser fotografado. Depois, passou a noite tomando cerveja com os jogadores brasileiros.
Se Ghiggia foi o carrasco uruguaio, Barbosa foi escolhido como o vilão brasileiro do jogo, o que alguns atribuem ao fato de ele ser negro. Em 1993, nas eliminatórios para o Mundial dos Estados Unidos, Barbosa foi visitar o selecionado brasileiro na concentração, porém foi impedido de entrar. Desabafou: “No Brasil, a pena maior para um crime é de 30 anos de cadeia. Há 43 anos pago por um crime que não cometi”.
Ghiggia, por sua vez, declarou anos depois:
- Apenas três pessoas, com um único gesto calaram o Maracanã com 200 mil pessoas: Frank Sinatra, o papa João Paulo Segundo e eu.
Eduardo Galeano é um jornalista e escritor uruguaio, autor de mais de 40 livros
Reprodução da coluna “Menu Político”, caderno “People”, edição de 22/6/2014 do O POVO

quinta-feira, abril 21, 2016

O time não caiu, mas a bronca continua

No campeonato Catarinense  só o Campeão ganha alguma coisa, da segunda a oitava colocação não vale nada. Mas o Avai como time grande não pode viver sem disputar títulos. Basta de correr o risco da degola!

Como disse Manoel de Menezes em seu livro: Retalhos do Tempo. "A vida é feita de risos e lagrimas".  Como torcedor do clube que mais conquistas  tem no Estado. Sejam elas Estaduais Serie A , B e Nacional, isso sem contar a infinidade de taças, nesses três últimos anos  cansei de ver o Avai em todas as competições que tem participado como mero figurante.

O que cansa a gente é ver um clube de tantas glorias e vitorias ter no elenco "atretas" (Alô, Rica!) igual ao Manoel de Menezes como jogador. Atuava em todas as posições do campo e nada produzia.

No time de granfinos, da Carioca, mesmo dono da bola, das chuteiras e camisas, no segundo tempo sutilmente os amigos mandavam ele descansar. Isso tem acontecido sistematicamente com alguns jovens jogadores do Leão que lhe faltam pernas para jogar 90 minutos. Em time que joga campeonato de profissionais isso  é inadmissível. Jovem pior ainda.

Como o citado jornalista dormiu prefeito e acordou palhaço, eu cansei de tanta palhaçada de nossos dirigentes e jogadores. Espero que Battistotti que tanto brigou para assumir o clube contrate jogadores que venham para jogar a serie B, conseguir o acesso, se consagrar, não para tirar ferias na Ilha e nos envergonhar.

Como foi mostrado para todo Brasil. Contra o Guarani, em plena segunda-feira, colocamos quase cinco mil torcedores no estádio.  Prova viva que temos uma torcida apaixonada e de dar inveja em muitos clubes do Brasil. Isso é um bom sinal para os patrocinadores. Então dirigentes mexa-se! Faça bom time que a torcida apoia.

Não bandeamos, apenas estamos esperando o gigante de Santa Catarina acordar.

Acorda 

terça-feira, abril 19, 2016

Match Point_Avai 1 x 0 Guarani


Não vivemos os bons tempos do esporte como nos anos 70 onde em campo tínhamos craques como Pele, Rivelino e nas quadras Jimmy Connors, John McEnroe e no Avai jogadores no nível de Zenon, o melhor jogador que vi jogar em um time de Santa Catarina e Bauduino que dispensa apresentação.

Esses caras fizeram parte de uma historia vencedora e por tamanho profissionalismo e dedicação as suas profissões marcaram sua historia.

Embora seja difícil comparar, épocas e esportes diferente, as vezes para o jogador vencer pode ser uma tarefa muito subjetiva. Para outros, entrar numa competição é para vencer. 

As partidas de tênis possuem um sistema de pontuação, que subdivide o jogo em pontos, games e sets.

Para usar a linguagem do tênis podemos dizer que William se tivesse batido de “bate-pronto” duas ou três bolas que recebeu dentro da área no clássico, não teríamos que ir para o “tiebrek” contra o Guarani.

Sorte nossa que a dupla William-Yury resolveu. O primeiro em uma jogada de pura raça, em uma bola curta de cabeça próxima a rede “drop shot” serviu a Yuri que fez o “game point” posteriormente criamos outras chances e tomamos outros sustos, entretanto apos oito jogos de jejum a nação azurra pode enfim respirar aliviada.

Esperamos que o novo presidente, traga novos jogadores que passem a respeitar essa camisa tão vitoriosa e seus torcedores.

Para minha alegria, terminamos a semana com meu amigo Antonio Coelho e seus parceiros de duplas Giovani e Varela vencendo o torneio de duplas em Criciuma e nosso Avai começando bem a semana vencendo o Guarani.

Aos poucos tudo esta voltando a normalidade. Não esta tranquilo, mas estamos começando a dominar.
Urra Leão!
Parabéns aos amigos Antonio Coelho, Giovani e Varela.

segunda-feira, abril 18, 2016

Deu Leão


Enfim, o Avai venceu! 

O objetivo da permanência na seria A Catarinense foi alcançado.
Parabéns ao torcedor que foi a ao estádio, apoiou o time e no final do jogo não aguentou tanta ruindade e displicência, extravasou, merecidamente vaiou

Agora que se comece uma limpa no Avai. A começar por esse grupo de jogadores  e que se tenha um choque de gestão imediatamente.
Acorda Romulo,William e Diego Jardel!
Urra Leão!

Nada é por acaso

O debate sobre a gestão de Nilton Machado não pode prescindir do olhar critico do torcedor sobre o grupo de jogadores que nos últimos três anos tem atuando pelo Avai FC.

Independente de todos os erros do presidente,  se chegamos mais um ano em um situação critica no campeonato tudo se deve a irresponsabilidade da maioria dos jogadores. Eles são os únicos culpados pelas oito derrotas consecutivas em função da falta de pouco empenho e o pouco profissionalismo. 

Exceto o clássico onde jogamos de igual para igual, nos demais jogos faltou raça, vergonha na cara e vontade de vencer. Se houver a queda, que esperamos não ocorra, que sejam punidos todos os jogadores que atuaram diante do Camboriu na Ressacada. Aquilo não foi embate entre dois times profissionais,  mas apenas tão somente um time querendo vencer, esse time foi o Camboriu. 

Muita fumaceira e pouca atitude

Basta de farsa! Que os jogadores pelos menos joguem para ganhar nesse dois ultimo jogos. Basta de demagogia! Se Battistotti assumiu o Avai que trabalhe para tirar o clube da situação ridícula que estamos vivendo. 
Também não compactuo com quem reivindica melhorias, mas na hora de assumir o clube da pra trás. Ele não é o mais indicado para assumir tamanha responsabilidade, mas se ninguém teve peito para tal, então que deixe Battistotti trabalhar.

So caminharemos para frente se todos se doarem. Então que os jogadores em campo comece a fazer sua parte, ou seja, fazer o quem não fazendo ha um bom tempo, jogar para ganhar.

sexta-feira, abril 15, 2016

Enfim, Niltão renunciou!

Foto:Bruno Ropelato/ND
Iasodara Fin Nishi agradece, nos torcedores mais ainda 
Dói-me profundamente 
ver o Avaí vivendo um momento tão conturbado dentro do campo e fora dele. A renuncia foi uma decisão tomada tardiamente. Mas antes tarde que nunca.

Sabíamos que até as coisas se encaixarem iriamos passar por momentos difíceis. Filosofia diferente, conceito diferente. Entretanto com Nilton Macedo Machado como presidente o clube entrou em um processo de obsolescência programada, nada se encaixou. 

Que a inercia administrativa, falta de gols e vitorias, passe a ser pagina virada

Esse é o  momento dos "ilustres" ou Notáveis Avaianos que apoiaram a eleição de Nilton Macedo entrarem de cabeça na restruturação do Avai FC. É mais que necessário estarem no dia a dia do clube, de corpo presente (Ressacada) e não apenas fazer figuração para mídia e olhar a distancia o circo pegar fogo como fez o pior o mandatário do clube de todos os tempos que mesmo tendo a mão uns dos maiores orçamento da historia da instituição entrega ao futuro presidente, que Deus queira não permaneça o Battistotti, o clube a beira da insolvência administrativa.

Hora do time voltar a ter mais inspiração em campo e com apoio de seus torcedores os novos dirigentes consiga o mais breve possível recolocar o Avai nos trilhos.

Agora é tentar se safar da queda no Catarinense e se preparar melhor para o brasileirão serie B.

Urra Leão!

quarta-feira, abril 13, 2016

Publico no Estádios em 2016


Anota Ai
Segundo Carlos Lemos , Rodrigo Breves e sua equipe do Futdados. Tivemos em 2016 até aqui o Corinthians com seu "bando de loucos" como a equipe que mais leva publico aos estádios, com 32.528
 mil torcedores.
Na segunda colocação vem o Palmeiras cheio de crises com 22.628 e surpreendente  o Flamengo mesmo fazendo jogos em Arenas de cidades onde tem grandes torcidas (o futebol do Rio virou mais futebol de outros Estados que do Rio) ocupa apenas a “nona” colocação com a media de 10.987 torcedores. 
O Campeonato Catarinense atrai a media de publico de 2.615, com 22% de ocupação e renda media de r$ 35.323,00. 

Dos Catarinenses pela bela campanha que vem fazendo nos últimos ano a Chapecoense esta também na frente em números de públicos nos estádios , 5.749, seguido pelo Jec 4.441, o rival 3.702, Criciúma 3.686  e o Avai mesmo com três anos de campanhas desastrosas e administração pífia encosta no time da mídia com 3.417 fanáticos torcedores.

Quer dizer, torcida nos temos. Agora para que se tenha bom time nos falta apenas um bom gestor.

Quem não gostaria de patrocinar um clube com torcida apaixonada e uma das de maior poder aquisitivo do Brasil?

Hora dos incompetentes da chapa “Sempre Avai” renunciar coletivamente e entregarem o Avai aos Notáveis Avaianos e a sua torcida apaixonada e guerreira.

Ainda somos a maior torcida do Estado, mas que estimulo as novas gerações terão para torcer pelo Avai vendo o clube nesse marasmo?!
#Acorda Leão!

domingo, abril 10, 2016

A coisa esta feia

Coisas que nunca vi antes quando tínhamos um presidente atuante

Sete derrotas seguidas e mais essa pro rival por 1 a 0. 
Se nem no nosso parque de diversão ganhamos, vamos ganhar aonde e de quem? 

La se foi nossa invencibilidade de alguns anos sobre o rival que até perdi as contas. Agora é encarrar o risco real de queda no Catarinense e no brasileirão da Serie B. 

Alo, Conselho?! Faça alguma coisa enquanto ha tempo
Ja não é mais o caso de renuncia do presidente, mas internação.
Ta soda!

Hoje tem clássico dos desesperados

Logo ele?!

Os dois times da Capital nas ultimas posições do campeonato fazem logo mais um jogo de vida ou morte. Ao vencedor o suspiro aliviado do torcedor por escapar da queda. Ao perdedor muita tensão na luta com Guarani e Camboriú para permanecer na serie A de 2016.
Com a faca nos dentes
Pelo segundo ano consecutivo ambos disputam pau a pau a degola em mais um campeonato. A sorte ano passado favoreceu ao rival. Hora do Avai dar o troco. 
O juiz não é o mais confiável para o clássico, mas como nossa diretoria não sabe trabalhar o extra campo, só nos resta torcer para que Hélder Roberto Lopes se comporte como juiz FIFA
Urra leão!!!

sábado, abril 09, 2016

Torcedores Aflitos

Belos estádios, times de grandes torcidas e grandes incompetentes

Afundado em uma crise financeira sem precedentes há, pelo menos, dois anos, o Náutico de Julio Cesar (goleiro) Ronaldo Alves e Renan Oliveira ex-Avai, Thiago Santana, Rony, Rafael Coelho ex-tricolores dos Estreitos, enxergava a classificação à segunda fase na Copa do Brasil como um alívio nos cofres do clube. Nem com a garantia de prêmio de R$ 300 mil virou motivação extra para os caras se empenharem em campo. So não perderam o jogo porque o arbitro deu impedimento em lance normal em que o atacante adversário ficou sozinho com o goleiro.

Olha a perola que o meia-atacante Rony disse antes da eliminação da CB: Queremos ajudar o Náutico da melhor maneira possível, para conquistarmos títulos e sermos lembrados.
Ja ouvi muito desse papo por aqui mô né quirido? 

Com apenas 2.506 testemunhas, renda R$ 45.730,00 na Arena Pernambuco, no dia da comemoração de 115 anos o clube foi eliminado da CB pelo Vitória da Conquista-BA.
Bem feito para Náutico. Quem mandou contratar jogadores em fim de carreira e dar guarida a quem já mostrou em outros clubes que não quer nada com a profissão. Va contar com essa gente para alguma coisa preste?  Pobre Gilmar Dal Pozzo.

Em pleno 2016 Avai e Figueira disputando as ultimas posições da tabela e brigando contra o Camboriú para não cair é pacabá

Conselho bom é aquele que da certo. Outros... so atrapalham
Segundo os gregos, todo ser humano vem de fábrica acompanhado de um daimon, de um ser sobrenatural em stand-by que, para além do bem e do mal. Assim, em momentos de grande tribulação, decepção, sofreríamos as traquinagens fatalistas de um ser invisível que em momentos cruciais da nossa história nos entregaria a caneta certa para cada palavra a ser escrita no livro da vida.

Alessandro Abreu, em entrevista à CBN Diário, falou que o Conselho não está apenas assistindo o que está acontecendo. Ué, depois de 7 (sete) derrotas estão fazendo o que? 
Será que o arbitro do clássico, aquele que mais prejudicou o Avai em varias competições foi o presidente do rival que trouxe para Santa Catarina e ajudou a pagar as luvas como diz ter feito com Sandro Meira Richi? .

Sobre o crassico so tenho a dizer: Em boteco “pé sujo” eu entro, pois sou muito bem tratado, em “Chiqueirão” to fora! Que da ouvido de mercador ao que falei e vai ao estádio, boa sorte.

Em inglês texano para os gringos avaianos: Good weekend. Good play on the field and peace among the twisted
Traduzindo: Bom final de semana. Bom jogo no campo e paz entre as torcidas
Que assim seja!

Nota: A foto acima e do Estadio dos Aflitos, nos bons tempos do Náutico. Agora em baixa e na Arena mal consegue botar 2 mil torcedores. O ultimo clássicos entre Palmeiras 1 a 0 Corinthians, deu publico de 21.219 e todos batem palmas.

quarta-feira, abril 06, 2016

Coisas da Terra_Toca do Parú


Ja estive na Toca do Parú ( bar, tendesse?) e na Tarrafada do Parú.
O que não conheces o bar nem a tarrafada? Cruz credo. Tu non mi dix?!
Então ixpia esses retratos que fiz na Tarrada dele de 2014. Clica AQUI, seu tanso?!

terça-feira, abril 05, 2016

Tempo para Relaxar_DONA MARICOTINHA

Ja que o pais esta de cabeça para baixo, a cidade abandonada, Avai e Figueira brigando para não cair no Catarinense. Antes que as competições nacionais comece e nos traga mais dissabores. 
Sorria.
Afinal, um dia sem sorriso é um dia perdido.

Um brinde aos nossos manés e a todos que escolheram esse Estado para produzir, crescer viver ou apenas visita-lo.
Dona Maricotinha é uma personagem açoriana interpretada por Mônica Silva Prim, que tem suas raízes na Cidade Palhoça – SC. Formada em Administração de Empresas pela Faculdade Estácio de Sá. Participou de Oficinas de Teatro e interpretação, ministrada pelo Diretor e Ator Wolf Maya.

segunda-feira, abril 04, 2016

A Obsolescencia Programada

Nilton Macedo Machado, o colecionador de fracassos

O titulo pode parece exagerado para um grande jurista. Mas não estou falando no jurista Nilton Macedo Machado e sim no “Amado” presidente do Avai FC.

Com ele o Avai caminha para a obsolescência. Por mais que pareça ter boas intenções, ele não obtém frutos dessas suas convicções. E não venham falar no acesso que todos sabem tão bem quanto sumimos e caímos da mesma forma. O mal que esse senhor  esta fazendo a instituição Avai FC é de causar inveja aos rivais. No campo de jogo não conseguem jamais tamanha proeza de arrasar e desanimar a maior torcida de um clube de futebol de Santa Catarina por tanto tempo.

Nilton Macedo sabe que, definitivamente, não é um presidente digno do time que dirige, mas por vaidade, teimosia ou por outras coisas mais não renuncia.
Com essa minha postagem não espero sua reflexão ou discussões nas reuniões do Conselho Deliberativo. Apenas quero lembra-los:

1 – Nosso maior ativo é o torcedor
2 – A maior prioridade é o torcedor
3 – Um clube só existe por causa do torcedor

E agora, Conselho Deliberativo?
Querem continuar a apoiar um presidente não com um ano, mas com três anos de fracasso?  Que legado Nilton Macedo deixara de sua passagem a frente da instituição de futebol  mais vitoriosa em Santa Catarina?

A verdade é obvia e reconhecida que ele não tem condições de administrar o Avai.  Ha poucos dias do inicio da Serie "B" trocamos apenas o técnico. O fracasso em mais uma competição será eminente.

Reconheço a complexidade  que é administrar o Avai com o cofres raspado, mas essa situação é vivida por vários clubes no Brasil e nem por isso estão em situação igual a nossa. Falta gestão, falta conhecer de futebol e ser bem relacionado. Com esse elenco, com certeza não sairei de casa para ser testemunha de fracassos e fracassos do senhor Nilton Macedo.

Ah, como seria boa falar de coisas as boas do Avai. Mas com esse presidente? Melhor não escrever nada para não piorar o que ja esta péssimo.

De qualquer forma, continuarei a ser tetra-sócio em consideração a clube que amo e aos funcionários que o mantem de pé, mas não tenho estomago para ir ao estádio e ver um clube de tamanha grandeza, por má gestão ir se tornando um Guarani de São Paulo da vida.

Eu e David, no PV com vitoria do Avai sobre o Ceara
Aos avaianos gringos, em especial David, o Inglês Fanático pelo Avai des 1988, só tenho a dizer:

Already seen a president of a company fail three years in a row and stay in front of her?
Esse ano a gente deve se encontrar em algum estadio do Brasil para a gente assistir o nosso Avai. Aqui dou um tempo. 

Ressacada, a gente se encontra em 2017!