Minha lista de blogs

quinta-feira, julho 02, 2015

Troca o salto

Luiz XV esta fora de moda
Na pelada de ontem à noite em São Januário o Avaí perdeu o jogo apresentando os mesmos erros da partida de sabado na Ressacada.

Segundo o técnico Gilson Kleina o Avaí fez um grande jogo. Leitura do jogo diferente do torcedor ou a Super Radio Tupy me enganou. Teria a Tupy transmitido um jogo fictício? 

Se o time esta em formação e fez um grande jogo mais perdeu de 1 a 0 para o Vasco o que podemos esperar desse time domingo as 11h00 jogando contra o líder na Ressacada? 
Você acha que o Avaí vai retomar as vitorias justamente contra o líder Sport Recife que vem voando alto e ontem venceu o Inter com estrema facilidade? 

Curto futebol, mas a cada dia me desiludo mais, seja com nossa seleção canarinho ou com as trapalhadas de nossa diretoria e a falta de personalidade do time do Avaí nesses últimos anos.


 Robin Williams,Richard Gere, Bono Vox, Nicolas Cage dos Carianos
Quando a gente pensa que as coisas começaram a se encaixar o time mesmo jogando com equipes do seu mesmo nível técnico  como o Grêmio e desqualificados como Vasco não apresenta um futebol convincente.

Trancadinho o time se mostrou arrumadinho e até parecia que Kleina tinha achado o jeito do Avai jogar. No clássico pela CB na Ressacada deu de relho no rival, no segundo jogou sonolento foi eliminado.

Para chegar algum lugar time tem que ter regularidade. O Avai é um time instavel e nossos jogadores recebem cartoes bobos. Hora começarem a sofrer puniçoes.

No primeiro jogo pelo Brasileirão deu um sufoco no Santos e encantou a todos. A derrota para o rival passou como se fosse apenas uma noite de má sorte do Avai. Contra o  sub-20 do Inter fora  se não fosse pela falta de pontaria de nossos atacantes traria de POA no mínimo o empate. Na terceira rodada a vitória veio fácil sobre o capengante Flamengo, ganhou bonito em Curitiba, bobeou em casa e tomou uma sapecada do Galo.

Jogamos por uma bola contra o Goiás e fizemos o resultado, no clássico pelo Brasileirão teve o jogo na mão o tempo todo, o empate no Morumbi em 1 a 1 contra o então lider São Paulo foi comemorado como um titulo nacional e o torcedor já pensava em libertadores. 


Foi de roer todas as unhas 

O torcedor foi em peso a Ressacada ver um grande jogo onde se imaginaria o Avai dando as cartas, puro engano, entregamos um gol pra eles de mão beijada. Em 10 minutos o Gremio que veio para empatar venceu o jogo.

Ontem na pelada em São Januário jogando um futebol de serie B, aquele time que antes tinha  pegada, com Emerson cada dia mais irreconhecível, Antonio Carlos cada jogada um susto e tendo a frente um cone chamado André Lima, o volante Eduardo Neto que até então vinha bem entregou uma bola para o adversário e o Avai dançou. 

Falar em pressão da torcida e apoio, balela. Isso nossa torcida tem feito. O que temos recebido em troca?

Em menos de uma semana o Avai joga por agua abaixo todo esforço que tinha conseguido, parou nos 12 pontos, namora com o Z4 e sua credibilidade junto ao torcedor ja não é mais a mesma. O JEC ha muito tempo segura a lanterna do Brasileirão e nosso rival Figueirense é um dos 4 do Z-4. O Avai quer fazer companhia a eles?

No Campeonato ter uma sequencia de vitórias é muito importante, perder dois jogos seguidos é um desastre. Hora do time voltar a por os pé no chão e retomar a pegada ou a vaca vai pro brejo com bezerro e tudo.
#Acorda Avai!

6 comentários:

  1. Serjão, tua análise foi perfeita. Estamos num campeonato brasileiro que parece ser o mais fácil e o de pior nível técnico da história. Perder para um timeco daquele mostra que não estamos longe de ser parecido com ele. Ontem tomamos o gol pela displicência do EN, que na minha opinião não joga m.. nenhuma, pois era pra ter dado um bico na bola, lançado alguém ou chutado para a lateral. Simples assim. Sem falar que o nosso jogador mais veloz, Nino Paraíba, não ganhava na corrida do zagueiro do time adversário.
    Futebol hoje, Serjão, se resume em velocidade, força física e coletivo. Infelizmente o Avaí não tem nenhuma das características citadas. Uma pena. E novamente, espero que não, ficaremos lamentando que estava tão fácil.
    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  2. Raniere, bom dia amigo. Então não sou louco nem estou sozinho no que digo. Ouvi a Super Radio Tupi, porque ao contrario das nossas daqui o som é limpo. Aqui som sem interferência so das irritantes rádios evangélicas. O time esta se achando, o técnico idem e o Avai vêm descendo ladeira abaixo. Hora de trocar o salto, conversar mais, ter personalidade ao encarrar times medianos e tecnicamente abaixo do nosso. O futebol Brasileiro esta decadente e o próprio Levir Cup falou: não existe nenhum time bom no Brasileirão.
    O Sport que não é uma Brastemp aproveita esse momento e vem dando chinelada nos ex-clubes grandes. Ontem a noite deu uma chinelada sem dó no ex-campeão Mundial, o Avai ao contrario começou bem, depois voltou a ter o complexo de vira-lata e mesmo contra um Grêmio que veio para empatar, já entrou com o time buscando o empate, o mesmo ocorreu ontem ao jogar contra o vice lanterna, resultado perdeu dois jogos fácil de ganhar.
    Estamos tomamos cartões amarelos por indisciplina e gols por displicência, isso é inadmissível. No gol tomado na Ressacada, quanto o em São Januário faltou dar bico na bola para longe, mas o salto alto de nosso jogadores tem atrapalhado. O caras pensam que são craques e perdem para times em baixa como Gremio e o timeco como o atual Vasco da Gama. Sabemos que para serie B o elenco tem que ter força, pegada e pode jogar para um unico cara que faça os gols no time, na serie A é imprescindível que se surpreenda times tradicionais brasileiros e tem que ter um elenco de velocidade, força física, mas prevalecendo o coletivo. Como o Avai quer se manter na Serie A perdendo pontos para o sofrível time do Vasco? Assim é pacabá. Um grande abraço amigo.

    ResponderExcluir
  3. Serjão, já deu pro Sr. Kleina. Contra o Grêmio escalação errada e ontem cometendo os mesmos erros. Alô Sr. Kleina com o zagueiro AC não da. Com o EN mão da. Levar Tauã e brincadeira. Sinceramente se não vencermos do Sport a água começa a bater no pescoço. Nossa diretoria como sempre com tampão na boca e a torcida a ver navios. Onde estão nossas contratações? Sr. Kleina, avise aos seus zagueiros para dar chutão e não deslocar a bola para o goleiro, pois perdemos terreno e damos gol ao adversário. Sr. Kleina, por favor, faça treino de pontaria para nossos atacantes. Sr. Keina, mostre como se faz cruzamentos na área do adversário. Chega amiga do ficando de saco cheio. AntonioC.

    ResponderExcluir
  4. AntonioC, boa noite! Todas essas suas observações estão sendo ignoradas e o Avai se aproxima perigosamente da zona de rebaixamento. Resultado: não venceu o fraco time do Vasco agora vai ter que vencer o aguerrido, invicto e líder time pernambucano. Aja paciência ! Abs

    ResponderExcluir
  5. Futebol moderno não é só feito de força ( tem seu Lugar), mas sim com jogadas que possam gerar os gols, que é o motivo maior desse esporte , como no teatro tem que haver ensaio para que na hora do espetáculo não tenha tantos erros....

    ResponderExcluir
  6. Anônimo, bom dia! Acho que a ultima geração de brasileiros que levavam treinou a serio foi a geração de Roberto Dinamite e Zico. Os dois e outros que a gente conhecem e que fizeram sucesso treinavam horas e horas pós treinos para se aperfeiçoar. Razão porque foram longe demais. Jogadores como Anderson Lopes, habilidoso, veloz e corpo de atleta se treinasse mais fundamentos, especialmente chutes a gol não passaria a ser um jogador diferenciado no campeonato? Claro. Mas va ver quantos chutes e cabeçadas a gol ele treina pós jogo. Nenhum. Resultado vai ser um novo Vantinho, artilheiro de um time e outro e nunca confiavel, em pouco tempo some da midia. Os demais aceitam orientação de posicionamento? Tambem não. Por isso jogador brasileiro so amadurece quando vai jogar la fora onde quem manda é o clube e o treinador. Algum clube do exterior aceitaria facilmente seu jogadores receberem cartoes amarelos por reclamação? No Avai aceitam e a cada dia cresce o numero de pendurados prejudicando o trabalho do treinador e o clube que paga seu salario. Todos sabemos que agora existe uma determinação em não questionar os juizes, errado ou não, não pode. Então porque insistem em reclamar. Calor do jogo? Ué, não são profissionais. Calor do jogo como se nem o incentivo de uma Ressacada quase lotada faz nossos gelidos jogadores se ligarem em campo? Abs!

    ResponderExcluir

Ta expiando? Gostou? Tem conta no google? Vai, comenta!
Tenha autocritica, argumente, sem usar termos chulos e obscenos (palavrões).Pode discordar, mas sem guerras verbais, ataques pessoais a pessoas e instituições. Assim tu me agradas! Danke Fur Ihren Besuch, thanks for your visit.