Minha lista de blogs

terça-feira, março 31, 2015

Poe no Blog, Serjão!_Avaianinho porreta














Olhó Olhó Olhó

Se Novaes Gomes Costa dix.
Tacaliopau Avaiano!
Da-lhe Avaiiiiiiiiiiii

Noticias do Avai_FCF altera data de Avaí x Guarani

O Departamento de Competições da Federação Catarinense de Futebol alterou a data e o horário da partida entre Avaí x Guarani, válida pela 2ª rodada do returno do quadrangular do Campeonato Catarinense 2015.
A partida estava marcada para às 16 horas de domingo (05). Com a alteração, a disputa será na segunda (06), às 20 horas.
O local, Estádio Dr. Aderbal Ramos da Silva (Ressacada), foi mantido.

Toques
A mudança de horario do jogo é boa porque o Avai ganha um dia a mais para descansar. Outra que domingo de Pascoa ninguem tera desculpas para não almoçar na casa da Mama.  É ruim porque o jogo é numa segunda-feira, o que vai tirar publico do estadio.
Com certeza os 3.500 fanaticos torcedores  estarão presente em mais um jogo do Avai.

segunda-feira, março 30, 2015

Poe no Blog, Serjão_ Mauro Cesar Pinheiro


Dica_ Livro "O Time da Raça - Almanaque dos 90 anos do Avaí Futebol


Descrição do livro

Este livro celebra o espírito da torcida azurra. Os 90 anos do Avaí não caberiam em um livro, nem em 90 deles. Nossa intenção é, acima de tudo contribuir para a construção de nossa identidade avaiana, oferecer espaço para a memória, cultivar ídolos que personificam nossas tradições e relembrar curiosidades, personagens, jogos inesquecíveis e ações de um clube que nas últimas nova décadas destacou-se por "fazer coisas". Este almanaque narra aspectos da trajetória do Avaí Futebol Clube em seus 90 anos compilando documentos, narrativas históricas, notícias e crônicas esportivas publicadas na impressa, relatos memorialísticos, depoimentos, iconografia e dados estatísticos que contribuem para a construção e valorização da história do desporto e da cultura popular catarinense, sobretudo do seu futebol. O objetivo é fornecer subsídios documentais e narrativas históricas capazes de articular a memória esportiva à memória coletiva e à história de Florianópolis das últimas nove décadas, valorizando o esporte como patrimônio cultural. As histórias aqui apresentadas celebram mais do que uma data de aniversário: celebram o ser e o estar avaiano neste quase um século de existência.
Características detalhadas:
Autores: Adalberto Jorge Kluser, Felipe Matos e Spyros Apóstolo Diamantaras

Com novo técnico Avaí goleia

A vitoria de 3 a 0 sobre o Marcílio Dias foi uma mostra que o time passou a ter atitude ou foi um mero suspiro de moribundo?
Apresentamos apenas um futebol competitivo onde o peso da camisa e a qualidade individual fez a diferença. 
Adianto desde já que em minha visão esse foi um jogo atípico.  Precisamos vencer e vencemos.  Encontramos dificuldades, mas desta vez não faltou garra e com um jogador a mais o Avaí soube ser inteligente. Nada que nos garanta que no próximo jogo o time repetira tal atuação.
Ao contrario de outras partidas dessa vez ninguém fez corpo mole e o time venceu. Mas se tivesse mais atitude com um homem a mais e contra um time limitado que é o Marcílio Dias faria mais uns dois ou três gols. 

Enfim a antiga dupla do bons tempos Gremista funcionou. Marquinhos-André Lima apareceram e o atacante dessa vez das três chances de gols que teve, guardou duas. Outro que jogou muito bem foi o prata da casa Renan, que se não começar a se mascarar tem tudo para ser um grande jogador.
Quarta tem jogo pela Copa do Brasil fora de casa e domingo é contra um adversário mais qualificado e tinhoso, o Guarani-Palhoça. Hora da defesa mostrar a estabilidade que teve diante do Marinheiro  e André Lima mostrar sua qualidade de finalizador. Pelas varias chances que tiveram de finalizar e não converterem,  M10 e Anderson Lopes tem botar o pé na forma. Outro que tem que treinar cruzamento é William Rocha. Não acerta um. 

O arbitro Sandro Meira Ricci fez o que se espera de um arbitro. Marcou pênalti quando devia e expulsou quem merecia. Mas como arbitro FIFA esta faltando acompanhar o jogo mais de perto.

Domingo tem Mais
Obviamente, não se supõe um jogo tão fácil quanto foi o jogo diante do esforçado Marcílio Dias, mas é hora de confirmar mais uma vitória, se possível devolver a goleada e ir mais tranquilo para o ultimo jogo diante do Atlético_Ib em boa colocação.

Tem vários jogadores e dirigentes fazendo hora na Ressacada. Pela falta de ritmo do time, Ridenio Borges, o preparador fisico que chegou junto com Geninho é outro que não disse a que veio. 
Vencemos de goleada mas a situação do Avaí, porém, é particularmente delicada. Mas no caso da confirmação de mais uma vitória domingo, mantemos com chances reais de permanecer na Elite do Futebol Catarinense em 2016.
Importante: A participação do torcedor é mais que necessária. Cabe a direção do clube manter para domingo a mesma promoção do jogo anterior.
# Tamos Juntos!

sábado, março 28, 2015

Avai vence bem

Deu Leão
Celebro a vitória e sonhando que o time encontre o caminho das vitorias e permaneça na Serie A do Catarinense  2016.

Gilson Kleina estreia com pé direito e com gols de Marquinhos Santos e André Lima duas vezes o Avaí vence o Marcílio Dias e assume a ponta do quadrangular dos desesperados.
Os 3 a 0 de hoje foram importante, mas no próximo domingo tem outra batalha. Dessa vez contra o Guarani da Palhoça. Antes porem-na quarta-feira, dia 01 de abril, às 21h30min, em Cuiabá, na Arena Pantanal á o Avaí joga fora pela Copa do Brasil, contra o Operário-MT.
Valeu!

Hoje: Acomodados x Esforçados

Sera que voltaremos a sorrir com mais uma vitoria e boa atuação avaiana?

Hoje na Ressacada, a partir das 16:00 entra em campo a maior decepção do futebol Catarinense de 2015, Avaí FC para enfrentar o esforçado time do Marcílio Dias. 

Esperamos que o experiente Gilson Kleina, novo treinador do Avaí, apresentado na quarta-feira, dia 25,  faça milagres e seja o nosso Bora Milutinovic, lendário técnico dos Estados Unidos de 1994, adorado pelos jogadores e pela torcida porque conseguiu montar um time de verdade para os bisonhos americanos. Sem nenhum talento individual, conseguiu dar padrão de jogo e fazer bonito contra todos os adversários, coisa que Felipão não conseguiu na Seleção de 2014 e no Palmeiras de 2012 com mais de 40 jogadores indicados por ele.

Bora que já havia feito milagres com o México em 86 e a Costa Rica em 90 e, como se vê, é competentíssimo. Mas claro, que as equipe por ele treinadas tinham vergonha na cara, coisa que falta ao grupo avaiano. 

É chocante, mas sejamos sinceros: fora algumas vitorias banais, empate contra o JEC e no clássico, não damos calor em ninguém, o Leão da Ilha so deu mico. Sera que a arrogância do presidente Niltão chegou até os jogadores? Muitos se acham craques simplesmente porque um dia jogaram em um grande clube, mesmo que esse período de tempo em que atuou em um dos times tradicionais brasileiros seja fugaz, como alguns minutos de jogo ou figurar no banco de reservas?

Convoco a todo torcedor ir a esse jogo de vida ou morte para as pretensões do Avaí permanecer na Elite do Futebol Catarinense em 2016, seja para bater palmas ao final da partida ou para participar das manifestações que os torcedores farão pôs-jogo caso o time volte a apanhar em casa. 

#Que Gilson Kleina seja o nosso Bora Milutinovic!

sexta-feira, março 27, 2015

Hora da responsa

Como essa geração de novos avaianos vai ver o Avaí daqui a uns cinco ou seis anos depois dessa desastrada administração Nilton Macedo?

Que torcedor  avaiano pode ir para a Ressacada amanha alegre e descontraído sem lembrar-se dos sustos que temos tomados em campo e as trapalhadas que nossa diretoria tem feito nos bastidores?  A imagem de Niltão e sua turma andam arranhadas. Acho  que sua melhor ação até agora foi baixar o preço dos ingressos. Convenhamos ingresso a 15 pila é para encher o estádio.  Sim, temos três decisões para nos manter na Elite do Futebol Catarinense em 2016.

É tudo ou nada
A primeira das três batalhas para o Avai permanecer na serie A Catarinense começa amanha. Hora de o torcedor ir ao estádio dar apoio ao novo técnico, incentivar o time  e após o jogo mostrar seu contentamento pelo que viu ou extravasar de varias formas sua indignação. 

O futebol é o principal carro chefe que mantem a instituição Avai FC de pé. Sei que o assunto já esta ficando chato, mas esta na hora dos jogadores respeitará o manto sagrado que já foi  usados  por grandes ídolos do passado e que fizeram do Avaí o time mais vencedor em Santa Catarina.

Que Kleina novo treinador do Avaí, sábado naquela montanha-russa de emoções que é a Ressacada consiga fazer esse time de acomodados jogarem sem aqueles passes para o lado e para trás, que não levam a nada e que o pulmão do time que não ata nem desata  comesse a alimentar o ataque e que enfim desencante e pare de ser o mais  xingado e amaldiçoado do Catarinense 2015. Todo o clube do Catarinense tem seus artilheiros, o nosso é  Niltão, o artilheiro do gol contra.

Chega de detonarem o Avaí e irritar a maior torcida de SC

Chega de figurar como lanterna em um campeonato tão fraco e sambar no Z-4 do quadrangular da morte. Que a honra e orgulho de ser avaiano volte a ser incontáveis. Precisamos de  equilíbrio dentro e fora do campo. Especialmente quando fizemos gols  e depois temos nos descontrolamos.  Nada a ver com o time da raça cantado em versos e prosa  ou aqueles de  2008, 2009 e 2010, mas ao menos que seja competitivo.

Com todo respeito, mas futebol sem paixão é chatíssimo. Uma vitória sábado diante do Marcilio Dias pode ser reinicio de um novo ciclo de sucesso no Avaí. Então esqueça tudo que ocorreu até agora, pare de ler esse texto e vá comprar o seu ingresso.
# Sábado lugar de avaiano é na Ressacada!

quinta-feira, março 26, 2015

Noticias do Avai_Promoção para Avaí x Marcílio Dias

Esta ai o que você torcedor queria
Uma promoção especial estará em vigor no jogo Avaí x Marcílio Dias. É a hora da torcida avaiana entrar em campo! Ingressos com 50% de desconto para a partida. Nas cadeiras cobertas, bilhetes a R$ 25,00. Nas cadeiras descobertas, ingressos a R$ 15,00.
A venda começa nesta quinta-feira (26). O jogo acontece no próximo sábado (28), às 16h. Os bilhetes podem ser adquiridos na Secretaria da Ressacada. No sábado normalmente nas bilheterias.

O jogo é válido pela quarta rodada do quadrangular do Campeonato Catarinense.
Valores
Social (Setor A) – R$ 25,00
Cadeira Coberta (Portões 3, 4 e 5) – R$ 25,00
Cadeira Descoberta (Portões 2 e 10) – R$ 15,00
Setores: Vip C e Vip E (Portão 5 ) – R$ 40,00 OBS: Apenas para a torcida do Avaí
Visitante (Portão 9) – R$ 15,00

Postos de Venda e Ressacada – Carianos
Atendimento na Ressacada
Quinta, dia 26 de março – 9h às 19h
Sexta, dia 27 de março – 9h às 19h
Sábado, dia 28 de março – 9h até o início do jogo

Para resolver as pendências junto à Secretaria do Clube o importante é que você chegue cedo. Portanto, resolva a sua situação da mensalidade o quanto antes, não deixando para a última hora.

Os portões serão abertos a partir das 14h.

Os menores de 12 anos pagarão R$ 5,00 pelo ingresso em todos os setores do estádio da Ressacada.


Toque 1: É isso que o torcedor esperava para ir ao jogo.
Toque 2: Mas o jogadores tem que fazem sua parte ou o bicho vai pegar.
#Tamos juntos!

Noticias do Avai_Kleina projeta reação imediata na chegada

Gílson Kleina é o novo técnico do Avaí. A apresentação foi ontem a tarde no auditório da Ressacada. O profissional foi apresentado pelo presidente Nilton Macedo Machado e afirmou na primeira coletiva que o time é capaz de reagir.
Nós vamos fazer um trabalho de reconstrução, a médio prazo. Eu acredito muito que podemos reagir. Os jogadores querem isso. E aqui no âmbito de Santa Catarina temos que nos impor”.


Sobre o jogo diante do Marcílio Dias, Kleina foi taxativo. “Entrega total. É o jogo mais importante do ano. Precisamos reagir. Para superar é preciso ter vontade e gana”, afirmou.

Gílson Kleina é natural de Curitiba e tem 46 anos. Começou a carreira como auxiliar técnico de Abel Braga no Coritiba, em 1999. Depois, seguiu com Abel no Olimpyque de Marselha (França), Atlético-MG e Botafogo. A primeira oportunidade como treinador ocorreu no Villa Nova-MG, em 2001.

Em 2002, assumiu o Iraty-PR onde foi campeão paranaense. Em seguida passou por diversos clubes do Brasil. Em 2010, chegou a Ponte Preta. Foram 115 jogos, 48 vitórias, 32 empates e 35 derrotas levando a Ponte ao acesso à Série A em 2011.

Em 2012, deixou o time de Campinas para assumir o Palmeiras. O profissional ficou um ano e oito meses na equipe paulista onde conquistou o título da Série B em 2013. À frente do Verdão, Kleina comandou o time em 105 jogos, conquistando 56 vitórias, 20 empates e 29 derrotas.


Sobre o primeiro grife. Eu acredito muito que podemos reagir. Os jogadores querem isso. Calma Kleina, você não conhece o grupo de acomodados e CDF que vai dirigir. Eu disse CDF.
Sobre o segundo grife. Entrega total. Entrega total desse grupo que finge que joga?

Já derrubaram muitos técnicos. Geninho um dos mais experiente e vitoriosos técnicos do Brasil passou a dar treinos em dois turnos foi o ultimo a cair. No final só fazia rodinha de bobo, mas não teve jeito, o boicote a ele foi tão grande que nos fez perder um grande técnico e ficar com monte de canalhada a nos envergonhar.  Boa sorte, mô quirido!

quarta-feira, março 25, 2015

Vai ou racha

Estão jogando serio? Ha é. Conta aqui pro bonequinho, nenéns

Revendo os gols que o Avaí tomou do Guarani e os gols que tomou diante do Marcílio Dias nota-se claramente a falta de sintonia do time. Erros de posicionamento e passividade.

É por essa e outras que o torcedor anda afastado do estadio. Pior, torcedores de longos anos e referencias na torcida avaiana. Giane Jacques Antunes Serevo, a conhecida Gi, ferrenha avaiana (a foto de sua mão ja diz tudo) que sabe tudo dos bastidores do clube, pela composição da diretoria  ha dois anos atras já previa esse final melancólico para o Avaí.

No primeiro gol do Marcílio parecia pelada de casados e solteiros, isso é apos um grande porre onde ninguém tem reflexo e muito menos pernas. 
A lentidão de nossos zagueiros deu tempo do atacante Leanderson mesmo caindo ajeitar o corpo e chutar ao gol.
No segundo,  gol de  Schwenck é tipo gol de pelada. Não o gol, foi um golaço, mas como se posicionou nosso zagueiro. O defensor cabaço ou por sacanagem mesmo ficou olhando a bola e esqueceu o cara chegando por trás. Amadorismos total.
Apesar da idade, mas com a qualidade de finalização de Schwenck deixar o cara sozinho ou marcar a bola e não o jogador mostra que nada mudou, mesmo depois de derrubarem Geninho o objetivo de nossos jogadores com certeza é derrubar o Avai para Segundona Catarinense. Erros bisonhos assim devia merecer punição a seus autores.


Uma limpeza geral é uma boa. ( não estou falando que a casa é suja hein!) mas que tem fazer uma faxina, isso tem.

A pichação no último final de semana em protesto contra o gerente de futebol Chico Lins e o diretor de futebol Carlos Arini. Diz tudo.

Então que se comece pelos dois profissionais que no Avaí não deram certo e a torcida os rejeita.
Gilson Kleina, novo treinador do Avaí tem pouco tempo para trabalhar mas sabe que sua primeira missão é não deixar o time cair para Segundona.

Evolução de seu trabalho vai aparecer no decorrer do tempo, mas para não cair que encontre soluções urgentes.

Cabe também a direção do clube fazer uma redução dos valores do ingresso para o jogo de sábado ou qualquer coisa nesse gênero. Sábado é dia de começar vida nova no Avaí.

#Acorda diretoria de tansos!

terça-feira, março 24, 2015

Gilson Kleina é o novo técnico do Avaí

O Avaí anunciou na tarde desta terça-feira a contratação do técnico Gilson Kleina. O treinador vai substituir Geninho, que pediu demissão no dia 14 de março, e Raul Cabral, que vinha trabalhando como interino. Kleina será apresentado nesta quarta-feira (25), às 12h30, no auditório da Ressacada.
Gilson Kleina estava sem clube desde novembro de 2014, quando entrou em acordo para deixar o Bahia. Em seu último trabalho, foram 23 jogos disputados, com seis vitórias, sete empates e dez derrotas, um aproveitamento de 36%. O Tricolor acabou sendo rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro.
Gilson Kleina começou a ganhar fama nacional após comandar a Ponte Preta entre 2011 e 2012. Após levar o time de Campinas à semifinal do Campeonato Paulista de 2012, foi contratado pelo Palmeiras no mesmo ano para substituir Luiz Felipe Scolari. Na Ponte, comandou 115 partidas, com 48 vitórias, 32 empates e 35 derrotas. Já no Verdão foram 105 partidas, sendo 56 vitórias, 20 empates e 29 derrotas.
Kleina tem 46 anos e iniciou sua trajetória no futebol no Coritiba, onde foi auxiliar de Abel Braga em 1999. Nos anos seguintes, seguiu com Abel no Olympique de Marselha, no Atlético-MG e no Botafogo. Após sua primeira experiência como técnico, no Vila Nova, em 2001, passou por Iraty, Criciúma, Paraná Clube, Caldense, Cianorte, Paysandu, Coruripe, Gama, Sampaio Corrêa, Ipatinga, Boa Vista e Duque de Caxias, até chegar à Ponte.
Boa sorte, Gilson Kleina! 
Fonte: http://www.infoesporte.com.br/noticias/avai/mercado/24032015/gilson-kleina-e-o-novo-tecnico-do-avai/

Bom exemplo


O futebol é um dos esportes mais populares no mundo. Praticado em centenas de países, este esporte desperta tanto interesse em função de sua forma de disputa atraente e nos surpreeende a cada dia.

Torcedores 'impedem' briga entre Balotelli e Smalling no clássico eletrizante entre Liverpool e Manchester Unidet teve uma cena mais curiosa do que o golaço de Mata, a expulsão relâmpago de Gerrard e o pênalti desperdiçado por Rooney. No segundo tempo, Balotelli se estranhou com Smalling na beira do campo e foi contido por alguns torcedores do time da casa.

Atacante e zagueiro disputavam uma bola na lateral e acabaram se enrolando e caindo nas placas publicitárias. Como não poderia deixar de ser, os dois logo começaram a trocar ofensas. Quando parecia que a coisa iria ficar feia, os torcedores dos Reds interviram, segurando o italiano enquanto o adversário se distanciava.

A esta altura, o time da casa já estava com um a menos, por causa da expulsão de Gerrard. Depois, com um espaço "seguro" entre os dois, alguns tapinhas nas costas liberaram Balotelli para o jogo, que acabou com vitória do Manchester United por 2 a 1. 

Já por aqui...
Enquanto em Florianópolis antes ordeira e provinciana cidade se ia se ao clássico de carro com o rival e se sentava lado a lado avaianos e figueirenses, hoje com a vinda do pessoal de fora com seus vícios...usos e costumes não há como deixar a torcida ter contato com o jogador, torcida juntas é briga na certa.

Já na terra de Charles Miller, pai do futebol no Brasil, um dos países onde se teve umas das torcidas mais violenta no futebol, bastou algumas medidas legais e hoje são exemplos para o mundo. 

Como podem notar, se há punição exemplar tudo pode ser resolvido, mas aqui onde França faz o diabo dentro e fora do campo e não é punido. Estimula até técnicos de futebol ( Argel ) que deveriam dar bons exemplos a usar boné de torcida punida de entrar em estádio de futebol em Santa Catarina a transitar pelo campo na casa do adversário. Um irresponsável!


Se tivessem sido punidos, com certeza torcedores alvinegros não teriam depredado as instalações da Ressacada e futuramente até se tinha chance de um dia termos torcidas mista nos estádios catarinense, mas assim a própria autoridade estimula violência e depredação.
E dizer que já ouvi papo de jacaré entre Zunino e Wilfredo Brillinger que pensavam em um dia construir uma Arena junto. So se for uma Arena de gladiadores.
Futebol no Brasil não é tratado como assunto serio. Que diga Nilton Macedo e sua de diretores incompetentes e nosso grupo de jogadores. Isso aqui tá brincadeira.
A letra da musica de Simone, Disputa de Poder, reflete bem o atual Futebol Catarinense e a administração do Avaí.
Letra começa assim: “ ...Se trocou não mudou nada, jogo de carta marcada, é só perder, a panelinha armada...Isso aqui tá brincadeira. Tá na horá de gritar.
Chega de levar tanta porrada... vamos ver se dessa vez é pra valer. Tá virando sacanagem, as promessas são bobagens, que só faz aborrecer. To cansado essa anarquia na disputa do poder (definição perfeita do que hoje é o Avai FC ). 


Conforme levantamento do site "esport.ig" ao se analisar a média de público do Campeonato Brasileiro, nota-se que a Série A leva tanta gente ao estádio quanto os Campeonatos Suíço e Belga, torneios inexpressivos no cenário mundial, e atrai públicos menores do que em países como a Escócia, que tem população 37 vezes menor que a brasileira. 

O futebol brasileiro é um derrotado por seus próprios gestores, que se mostraram um mar de arrogância e incapacidade. Em Santa Catarina, com um Tribunal de Justiça Desportiva com seu auditores com problemas de visão, pior ainda.
Ainda tem gente que tem a cara de pau de dizer não saber porque um publico tão nanico nos estádios. Vão se catar!

domingo, março 22, 2015

Estamos no buraco

Avaí toma mais uma virada e cai para a vice lanterna

Só usando gíria do futebol para comentar mais um vexame avaiano. Sou “geraldino” e para mim o jogador pode ser um “pereba”, um “arranca toco”, mas tem que “dar o sangue” pelo time.

A culpa desse grupo de pé murcho, pé tortos e CBD que temos no Avaí são de nosso cartola Nilton Macedo, o qual  não entende de futebol e se cercou de pessoas que entende de montagem de time quanto um estilista entende de de regras de futebol.

Estamos tomando gol de todas as formas, até ¨gol do meio da rua” e bola dentro da área ninguém da um bico para longe.
Infelizmente a única “figura” importante que temos nesse momento é Marquinhos Santos, mas uma andorinha só não faz verão. Não que aja "jogador vendido" no time, mas há poucos dando o sangue pelo clube, a maioria não esta nem ai para o vexame.

Depois de mais uma derrota de virada, dessa vez de 2 a 1 para o Marcílio Dias no quadrangular da morte o Avaí se complicou na competição e caiu da segunda posição para a vice-lanterna correndo risco altíssimo de cair para Segundona Catarinense se 2016.

A “galera” anda “P” da vida com os jogadores, mas não tem jeito, dia 28 de março na Ressacada tem Avaí x Marcílio Dias, hora do Leão dar o troco ou dar adeus a Serie A Catarinense.
# Sai Bruxa!   
  
Sumário:
Geraldino: torcedores que frequentam as gerais dos estádios.
Pereba/perna-de-pau/perneta: jogador ruim.
Pé torto: jogador que erra muitos passes, chutes e etc..
Pé murcho: jogador que tem um chute muito fraco.
Arranca toco: jogador de futebol de pouca habilidade.
Dar o sangue: esforça-se pelo clube.
Cartola: dirigente de clube.
CBD: jogador que sempre fica na reserva. Como nunca joga é o Come, Bebe e Dorme
Gol do meio da rua: gol marcado de longa distância.
Bico: chute dado com a ponta do pé.
Figura: jogador importante.
Vendido: jogador que se deixa subornar.
Dar o sangue: esforça-se pelo clube.
Galera: grupo de torcedores.

Noticias do Avai_Copa do Brasil Sub-17: Avaí 2×1 Inter – 21/03/15

Neste sábado (21), a equipe Sub-17 do Avaí, iniciou a campanha da Copa do Brasil Sub-17, com uma vitória de virada em cima da equipe do Internacional-RS, por 2 a 1. Gols de John e Nuno. 
Fotos: André Palma Ribeiro

Marinheiro x Leão

Precisamos de uma injeção de animo


Com certeza um dos piores empregos em Santa Catarina é ser professor, policial, trabalhar na área da Saúde e claro técnico do Avaí.

Naturalmente se qualquer jornalista esportivo no inicio do ano passasse os olhos na nominata dos chamados “reforços “ do Avaí diria de bate-pronto: time para brigar por títulos.


Pelo contrario só tem nos dado dor de cabeça. Para o padrão do Futebol Catarinense, time para disputar títulos.  Se não vejamos:



Lateral: Pablo ( América-MG), zagueiros: Ronaldo Alves(Criciúma) e William Rocha (Atlético-PR) e Jeci, que fez sucesso vestindo a camisa do Coritiba, onde foi referência para a torcida e  retorna ao Brasil depois de três temporadas defendendo o Kawasaki Frontale, do Japão. Volantes:  Claudinei (Atlético-MG), Uelliton (Bahia) e Tinga  repatriado do Iwata-JAP. Meias Renan Oliveira do América-MG com passagem pelo Atlético de Minas.  Edinho do Fortaleza que em sua terra é considerado craque revelação e lá na frente nada mais nada menos que André Lima

Observando o baixo rendimento desses caras e saber que passaram por grandes clubes, não é por acaso que o Avaí tomou de 5 a 3 para o Guarani e o Brasil de 7-1 para Alemanha. 

O que me preocupa é que o clube esta esperando o Paulista terminar para trazer reforços. Reforços dos grandes? Se for dos pequenos que esse ano estão apanhando mais que mulher de malandro, com certeza vai ser outra decepção. Dos pequenos dos Paulista não ha único clube que se destaque.

A disputa do titulo foi ignorada por eles, então que se faça bonito no quadrangular.  Não precisa ser o esquema “tike-take” adotado por quase todas as equipe que Pingo treinou, exceto o Avaí, clube que os jogadores têm esquema próprio de jogar e perder faz tempo. Mas que Raul Cabral faça ao menos o time ter bom senso e comece a se preparar a Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro.
Raul Cabral para esse jogo importante para as pretensões de nossa permanência no Catarinense Serie A 2016  vai no esquema 4-5-1, três volantes e dois meias. O time que vai a campo hoje, as 16h no contra o Marcílio dias é o seguinte: Vagner; Pablo, Antonio Carlos, Jeci e Eltinho; Uelliton, Renan, Tinga, Renan Oliveira e Marquinhos; André Lima.

Time credenciado a vencer. Se não vencer não adianta rezar ou fizer mandingas, a coisa fica feia para nosso lado. Como dizia João Saldanha se macumba ganhasse jogo o campeonato baiano terminava empatado.

Vamos lá, Avai, mostra tua cara. Só não vale é perder.
#Força Raul! Força Avai! 

quinta-feira, março 19, 2015

Opinião do Leitor_CARTA ABERTA À DIRETORIA DO AVAÍ FUTEBOL CLUBE


Por meio desta a Torcida Mancha Azul vem a público repudiar e manifestar completa insatisfação sobre as declarações proferidas pelos dirigentes do Avaí Futebol Clube nos últimos dias.


Primeiramente caros diretores, a Torcida Mancha Azul solicitou já no início do campeonato reunião com a diretoria do clube, a fim de tratar de cobranças,sugestões e explicações sobre a ausência de resultados dentro de campo, reunião esta que teria ocorrido em sigilo completo.

Nesse passo, sempre que a torcida se dirige ao clube, seja via telefone, e-mail ou até mesmo ofícios protocolados na secretaria do clube, este demonstra completa indiferença e desrespeito com a torcida.

Nunca foram sequer respondidas quaisquer das apelações que, aliada aos sucessivos erros perpetrados pelos dirigentes nas últimas semanas, especialmente em relação ao caso Antônio Carlos que até o momento resta sem qualquer resposta satisfatória, culminou no episódio ocorrido no último treinamento do time.

Dito isso, a declaração de que o jogador Borges não irá mais vir para Florianópolis em razão da pressão da torcida é reflexo direto da incompetência, arbitrariedade e desmandos da diretoria do clube, em especial a pessoa do presidente do clube Sr. Nilton Macedo Machado, e diretores Chico Lins e Carlos Arini, que não foram capazes de administrar e formar um elenco que tenha um mínimo de resultados em campo.

As últimas declarações tratam-se de desculpa deslavada com o fim de encobrir mais um ato de despreparo e amadorismo da diretoria do clube, que mais uma vez deixa de contratar importante jogador por falta de um mínimo de qualificação e capacidade.

Ademais, cumpre ressaltar que, se de fato o jogador deixou de vir ao clube em razão da pressão por parte da torcida, isso demonstra ser um jogador fraco e despreparado para atuar perante um clube que tem torcida presente e atuante.

Certamente todas as palavras aqui dispostas representam o sentimento da esmagadora maioria dos torcedores avaianos, que com certeza se sentirão representados por estas palavras, ressalvando respeito total àqueles que discordam.

A pressão por parte da torcida é medida imperiosa e não deve cessar até que uma resolução eficaz seja apresentada.

AVAÍ, JAMAIS ESTARÁS SÓ!
* Mensagem da Torcida Organizada Mancha Azul

A missiva tem o meu total apoio. Falta competencia ao Avaí até para blindar o clube desse desgaste desnecessário. E se o jogador Borges falou isso mesmo é  prova viva que não tem condições de jogar no clube mais vencedor do Estado de Santa Catarina. E se foi indicação de Geninho, não presta! Borra-botas iguais a ele o Avaí esta cheio e não conseguem se livrar. O clube esta cheio de come e dorme, vão trazer Adriano que é reserva em todos os clubes que passa? Mais Um? Basta!

sábado, março 14, 2015

Noticias do Avai_Geninho entrega o cargo após derrota

Eu sabia?
O técnico Geninho entregou o cargo neste sábado após a derrota do Avaí para o Guarani, por 5
a 3, em Palhoça. O treinador se despediu dos jogadores e comunicou a decisão à diretoria.

O profissional foi um dos grandes responsáveis pelo acesso do clube à Série A em 2014. Geninho chegou à Ressacada em junho do ano passado e comandou o time em 42 jogos, onde teve 16 vitórias e 14 derrotas.


Um diretoria que deu continuidade aos erros de Zunino pode levar o Avai a Segundona Catarinense de 2016.

Time sem vergonha!

Os jogadores derrubaram mais um técnico e o Avaí afunda a cada ano. Agora so nos resta torcer para não cair para Segundona, estadual e do Campeonato Brasileiro.

Geninho é um bom sujeito, mas ao contrario de Argel que mesmo com time limitado, mas competitivo, com erros e acertos sempre foi respeitado pelo grupo de jogadores, ao contrario, nosso técnico nunca teve o apoio dos jogadores. Apos sequencias de boicotes, sem ter o time nas mãos caiu. Pra mim caiu tarde demais, ganhando 200 mil a partir da certeza que o Avaí iria disputar o quadrangular da morte já era para ser demitido. 

É muita sequencia de pauladas, esta escasso falar de coisas boas do Avaí. Para evitar ser repetitivo, dou um tempo nas postagem sobre o clube e só volto no Brasileirão.

Até lá.

Ser presidente de time grande é para profissionais

Fim de Feira 
Hoje as 16:00 horas o Avaí entra em campo fora de casa para jogar contra o Guarani pelo quadrangular da morte.

Gostaria de ver o Avaí jogando o hexagonal, disputando o titulo entre os grandes de Santa Catarina, mas graças as trapalhadas de nosso presidente e o desempenho vergonhoso de nossos jogadores em campo,  estamos entre os pequenos, disputando o quadrangular da morte. 
  
No quadrangular dos desesperados, fracos  e dos incompetentes, preferia estar jogando contra o time de ancião esforçado do Lages,  porem quis o destino que fizemos péssimas contratações e vamos jogar contra o Guarani, clássico da região. Como todos sabem clássico é  sempre jogo complicado.

Jogamos com os reservas em Lages para salvar a Federação da interrupção do Campeonato Catarinense, hoje estamos tão desmoralizados que nem a empresa detentora das transmissões do campeonato que antes já não transmitia nossos jogos treinos e na demostração de paixão pelo time alvinegro transmiti até cuspe em distancia, prefere perder dinheiro,  a transmitir jogos do Avaí.  Sim, alem de ser a maior torcida do Estado o torcedor avaiano também é o líder do ranking em compra de jogos pelo Pay per view. Porem a empresa Gaucha que por aqui aportou e patrocina Rodeios e Gineteada, mas é contra a Farra do Boi, assim como Jesus foi condenado com parcialidade pelos fariseus,  condena os torcedores do ÚNICO CLUBE DA CAPITAL CAMPEÃO BRASILEIRO a não assistir jogos do seu time. 

Nada contra farras. Cada um que faça a sua, mas a Farra dos Rodeios também é condenada através do Decreto 24.645/1934, Lei Federal 9.605/98  e uma farta legislação que protege os animais. Isso.mostra mais uma vez sua total falta de sintonia com as nossas coisas, nossos costumes e tradições.

Voltando ao futebol. Ganhar o quadrangular da morte e ver nosso rival sendo campeão é o mesmo que o Brasil ao sair da Copa de 78 na Argentina com atuações pífias se intitular bisonhamente  campeão moral pelo simples fato de sair invicto. Pior, alguns torcedores tansos tem a cara de pau de desconfiar da goleada dos Argentinos de  6 a 0 sobre os Peruanos.  Esqueceram de dizer  que para os Argentinos 3 a 0 já era o suficiente e hoje assim como o “Maracanãço” de 50 foi esquecido o “Mineiraço” dos 7 a 1 Alemães estão bem vivos em nossa memoria. Quer dizer 6 a 0 não existe, mas 7 a 1 em casa é normal?

O Avaí precisa voltar as suas origens
O Avaí precisa voltar aos avaianos e com profissionais comprometidos com o clube. Desde 2012 que o Avaí nunca mais foi mesmo time cantado em verso e prosas com diz a letra de seu hino: Na ilha formosa, cheia de graça. O time da raça.... ordem é vitória Vencer, vencer.

Nosso rival agradece a incompetência de Milton Macedo por dois anos consecutivos o Avaí disputar o quadrangular da morte e graças aos nossos  antes fregueses contumaz avaianos, Chapecoense e JEC , hoje fregueses alvinegro o caminho para mais um titulo esta facilitado.

Diretoria amadora, time de descompromissados
O campeonato foi pro saco, o desafio de Nilton Macedo daqui pra frente é conseguir que o Avaí de menos vexame na Copa do Brasil e Brasileirão.

E cade os reforços, demissões,  dispensas e o patrocinador Master?  

sexta-feira, março 13, 2015

Não esperava que a incompetência fosse tão grande

Atitudes condenáveis e assustadoras

Sinceramente não esperava que a incompetência dessa administração do Avaí chegasse até a secretaria do clube. Chego a ter duvidas se é inexperiência ou querem acabar com Avaí para que o clube vire empresa e alguém ganhe com isso.

Segundo informa o
Jornal ND (... ) o Avaí deixa de arrecadar R$ 240 mil por ausência no hexagonal.

Olha a perola do presidente: Trabalhamos com um orçamento programado para o Catarinense, sempre com os pés no chão. Este dinheiro a mais seria claro, muito bem-vindo, mas não contávamos com ele para compor nossas contas para o resto da temporada. Pelo jeito esta sobrando dinheiro na Ressacada.

Outro fator que me faz pensar que esta sobrando dinheiro é como o sócio é tratado. O amadorismo do presidente contaminou todo clube. Se não vejamos:

Sou tri-sócio das antigas, sem nunca ter atrasado uma prestação ou suspenso o pagamento por má fase do clube. Pois acreditem: No grande Internacional de Porto Alegre, clube com maior numero de sócios do Brasil você pode associar o seu cachorro, pato, galinha e quem mais quiser. No Avaí que anda numa pindaíba de dar dó, mesmo que você já seja sócio, assumindo a veracidade do preenchimento do formulário, dizendo para incluir o debito em sua conta, você não consegue associar alguém sem a carteira de identidade, comprovante de residência, coisa e tal, mesmo que essa pessoa seja de sua família. Sem saber o nome da mãe e do pai do futuro associado néca de pitibiriba.

Resumindo você vem lá Oeste, viaja quilômetros para se associar com muitos fazem,  graças a bela jogada de marketing  do clube com as cidade Catarinense, mas sem carteira de identidade e comprovante de residência não! Não pode! Vai que você more em outro planeta, erre o nome do pai o da mãe, já pensou o estrago nas finanças do clube?

Esquecer-se de registrar um jogador que pode levar o clube mais vezes campeão de Santa Catarina a Segundona de 2016, segundo presidente não prejudica o caixa do Avaí. É ou não é uma gracinha?

Devíamos estar fazendo de tudo para angariar novos sócios, eu o André Tarnowsky quase que diariamente fizemos um post chamando o pessoal para se associar. Mas desse jeito, sabendo as dificuldades que se cria para os novos associados e o jeito que são tratados. Estou com vergonha de pedir para as pessoas se associarem. No São Paulo Muricy admite momento ruim, mas pede apoio da torcida. Aqui fazem de tudo para nos afastar do clube. Quem tem esses caras administrando o Avaí não precisa de adversários para nos derrubar. 

Presidente Nilton Macedo se você realmente gosta do clube, faz qualquer coisa, fecha o Avaí, joga a chave fora e vá curtir sua aposentadoria de juiz.  Deixa o Avaí para os avaianos, pelo amor de deus!

Opinião do Leitor_ Beto


O problema básico é a falta de cobrança!

Se nosso único problema fosse só derrubar uma arvore, seria  fácil demais. Afinal nossa invencibilidade em clássicos já vai para quase dois anos. Só que nossos problemas são maiores, como bem relata o torcedor avaiano Beto, a falta de cobrança de resultados no Avaí inexiste.


"Cadê a cobrança do presidente no departamento de futebol por contratações mais qualificadas?
Cadê a cobrança do departamento de futebol por um melhor desempenho de técnicos e jogadores? (variações no esquema tático, jogadas ensaiadas, velocidade, garra, vitórias?)
Se todo mundo que deveria fazer valer a sua autoridade não a usa para cobrar um melhor desempenho, o clube não é eficiente financeiramente e na área do futebol não é competitivo!


O que aparenta é que o AVAÍ parece ser uma colônia de férias:
- para que os principais dirigentes usem de palco para aflorar suas vaidades em entrevistas no Morro da Cruz;

- para que treinadores que já ganharam tudo no futebol façam uma transição para uma aposentadoria tranquila;
- para que jogadores sem a menor qualidade técnica, mas com um bom empresário, ganhem um din-din passando um tempo numa das melhores cidades do país;

E, o que mais preocupa, parece que acabou a grana.
- Dos sócios? Não temos visto uma ampliação no número.
- Das rendas dos jogos? Como se jogamos o quadrangular do rebaixamento?
- Do patrocinador master? Este esta fazendo um ano de aniversário...
Alguém na direção do clube sabe o que significa fluxo de caixa?
Beto"

Precisa acrescentar mais alguma coisa?

Mais uma goleada alemã sobre o Brasil 
Em Munique, pela Liga dos Campeões, o Bayern München meteu 7 a 0 no Shakhtar Donestk, time da liga com maior numero de brasileiros. Pelo jeito o a direção do Avai esta esperando tomar de 7 (setch) em casa, como tomou o "alvinegro dos estreitos" do Grêmio para depois trazer reforços. Ta difícil!
Acorda mandriões!

ET. Texto chupado do blog Andre Tarnowsky

quinta-feira, março 12, 2015

A ordem agora é vencer e convencer

Agora é oportunidade de Rômulo

Graças a força que Geninho e a direção do Avaí deu a FCF o campeonato não parou, o Leão Baio papou os reservas do ex-grande clube Avaí FC e o Guarani ficou fora do Hexagonal Catarinense.

O time de Palhoça vem mordido e sábado joga em casa contra o oscilante time avaiano.  Anderson Lopes suspenso não joga, hora do garoto Rômulo sair jogando e agarrar essa oportunidade e mostrar todo o seu talento.

O jogador prata da casa recebeu uma oportunidade em dezembro de 2014, desde então tem feito boas assistências, mas agora jogando ao lado de André Lima tem a responsabilidade de levar o Avaí a vitoria, ou seja, apesar de não ter balançado as redes adversaria, sábado  é dia de marca seus primeiros gols como profissional.
Que seja uma boa sombra para Roberto ou se consagre como profissional e no final de semana nos de mais uma vitoria.

È bom o Avaí ir se reforçando porque dia 01 de Abril, pela Copa do Brasil joga fora na Arena Pantanal contra o Operário-MT e dia 15 no mesmo mês, abre o Campeonato Brasileiro, que agora voltou a ser mata-mata,  jogando na Ressacada, contra o Santos,  conforme tabela divulgada pelo CBF e publicada no ND.

Sinceramente, não estou confiando muito no planejamento do Avaí de 2015 feito por Nilton Macedo, Arini, Chico Lins e Geninho. Vou torcer para que tudo de certo, mas esta difícil. Seria mais um premio a desorganização do Avaí na gestão Milton Macedo Machado.

Fotoespn.uol.com.br