Minha lista de blogs

quarta-feira, fevereiro 25, 2015

By Polidoro Junior

Bastidores do vexame
Pouco foi dito e revelado sobre os verdadeiros culpados pela ridícula exposição do Avaí, no Caso Antônio Carlos.
Nem no passado, a incompetência era tão tão grande. Não tínhamos internet e nem smartphone. Não era dada tanta importância ao tal de BID.
Os resquícios dessa incompetência de pessoas dentro do Avaí ainda não surtiram o efeito desejado. Apenas um, foi demitido.
Paulo Eduardo, que é de Florianópolis, e até já saiu das redes sociais, por ter recebido ameaças, foi o primeiro, e talvez o único, DEMITIDO.
Carlos Arini colocou o cargo á disposição na reunião de 2ª feira, que aconteceu no escritório do presidente do clube, localizado em um prédio na Avenida Hercílio Luz.
Nilton Macedo, não aceitou. Por quê? Ele, Arini, foi o mais incompetente de todos, não só por ter cargo de gerência, mas por ser o responsável pelo setor.
A ordem da incompetência é a seguinte: Paulo Eduardo, Vinícius, com cargo de Supervisor, Chico Lins, Carlos Arini, e, por último, o advogado que cuida da documentação dos atletas, Bruno Comicholli.
Passou por toda essa gente, sem que nenhum deles pensasse: o Antônio Carlos não tem contrato, gente.
E, numa última instância, até o próprio jogador poderia ter pensado: eu não assinei nenhum contrato com o Avaí em 2015. Só que esperar isso da maioria esmagadora dos atletas é querer demais. Quando o atleta se mostra inteligente, vira líder negativo.
Não adianta culpar nem o presidente e muito menos o advogado Sandro Barreto, que responde por todo o setor, mas que trata de outras causas e não o futebol.
Essa culpa é do advogado Bruno Comicholli, de futuro promissor, mas que falhou feio nessa.
Enquanto isso, os jogadores, aqueles que tem alma de avaiano, como eduardo Costa e Marquinhos Santos, só não choraram em público, mas em casa e no vestiário estavam, inconsoláveis. Eduardo Costa até queria deixar o clube, segundo comentou com pessoas próximas.
Essa perda de pontos acontreceu, porque dentro do clube, pessoas pagas para isso, ou com cargo de responsabilidade gigantesca, não fizeram o básico: inscrever regularmente um atleta.
Uma vergonha sem precedentes, já que nem nos tempos do Adolpho Konder, das dificuldades, da falta de tudo, essa burrice não acontecia. Lamentável!


Disse tudo o que queriamos saber e que ninguem tinha contado com detalhes. Nada mais a acrescentar. Dax um banho!  És o melhor ...no esporte em Florianopolis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ta expiando? Gostou? Tem conta no google? Vai, comenta!
Tenha autocritica, argumente, sem usar termos chulos e obscenos (palavrões).Pode discordar, mas sem guerras verbais, ataques pessoais a pessoas e instituições. Assim tu me agradas! Danke Fur Ihren Besuch, thanks for your visit.