Minha lista de blogs

segunda-feira, abril 21, 2014

E nossos filhos, como ficam?

O Avaí sofreu mais uma derrota de razoável tamanho na sábado ao perder para fraco e esforçado America RN por 3 a 1. Tudo bem que é inicio de campeonato e não é propriamente o fim do mundo. Porem da forma como jogou e perdeu produz um impacto negativo em seus torcedores. Pode até crescer durante a competição. No momento, entretanto, isso parece incerto. 

Alguns dirão que é preciso esperar um pouco para conhecer qual será a forma de atuar nos próximos jogos. Mas pelo futebol que apresentaram em Natal é desanimador. Nem lembro mais qual foi a nossa ultima vitoria na serie B. A apatia do time é enorme e vai acabar contaminando alguns que ainda se mostram esforçados ou mostrando futebol.

É evidente que as coisas podem mudar. Mas estamos demorando em reagir. Erramos feio nas contratações, as que vieram exceto Néris não são nada diferente do que já temos ou piores.

A pura, a santa verdade é a seguinte: - Quando os jogadores não querem jogar não há técnico que de jeito em perdedores satisfeitos.

Em suma: - temos bons jogadores, mas infelizmente não querem jogar.  Pelo que assisti no primeiro jogo,  não quero iludir ninguém.  Assim como tivemos uma colocação vergonhosa no catarinense de 2014, na serie B a continuar assim o estrago vai ser bem maior do que pensamos.

O problema do Avaí não é mais de futebol, nem de técnica, nem de tática. É falta de vergonha na cara mesmo.


A cobrança ainda que errada sobre os filhos do jogadores devem continuar. Eles devem cobrar de seus pais.

Mas e a gozação sobre os filhos dos torcedores? Vão cobrar de quem? Dos pais por terem induzidos a torcer por um clube que tem um grupo de
jogadores irresponsáveis e perdedores?

Pobres criancinhas! 


6 comentários:

  1. Mais inteligente seria dar um livro para estas criancinhas, que irão jogar fora grande parte das suas vidas discutindo sobre futebol!!!!

    Irresponsável é induzir uma criança a gostar de futebol!

    ResponderExcluir
  2. Grande Serjão

    Bom saber que voltasse à ativa no Blog.

    Baita texto. Como sempre fosse ao ponto: "Mas e a gozação sobre os filhos dos torcedores? Vão cobrar de quem? Dos pais por terem induzidos a torcer por um clube que tem um grupo de
    jogadores irresponsáveis e perdedores?".
    Só discordo num ponto: O Néris, pra mim, também é mais do mesmo. Mais um zagueiro fraco que aporta no Sul da Ilha.
    Grande Abraço

    Maurício Depizzolatti

    ResponderExcluir
  3. Eduardo Ramos, bom dia! As criancinhas a que me refiro é uma alusão sobre o que Cleber Santana e alguns jogadores comentarão após algumas vitorias sobre times semi-amadores no hexagonal. Evidente que o estudo esta em primeiro lugar, mas para ser bom aluno não necessariamente teremos que deixar de gostar de futebol. Relaxa. Um brande abraço!

    ResponderExcluir
  4. Maurício Depizzolatti, mo querido obrigado também por voltar a ter você colaborando com meu blog. Fico feliz que tenha gostado do texto. Sobre as novas contratações dei uma aliviada no Néris, acredito que dos contratados foi o que talvez tenha chances de evoluir. Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  5. Serjão, realmente o estudo deve estar acima de tudo. Sobre gozação para os filhos, penso que o mundo que enfrentarão mais tarde está repleto deste tipo de situação, e que o papel dos pais é fazer com que os filhos entendam e aprendam a lidar com isso, desprezando os "inticadores",e, bem como, não ensinar o filho a inticar com outras crianças, como eu já vi muito adulto BABACA fazendo.
    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  6. Raniere, sua observação bate com a minha. Infelizmente temos que conviver com pessoas sem nenhuma educação, uns verdadeiros babacas. Faz parte da vida, não dou muita corda para essa gente. Como sempre digo. Opiniões discordantes, tudo bem. Argumente, mas sem guerra verbais ou ataques pessoais a pessoas ou instituições. Abs

    ResponderExcluir

Ta expiando? Gostou? Tem conta no google? Vai, comenta!
Tenha autocritica, argumente, sem usar termos chulos e obscenos (palavrões).Pode discordar, mas sem guerras verbais, ataques pessoais a pessoas e instituições. Assim tu me agradas! Danke Fur Ihren Besuch, thanks for your visit.