Minha lista de blogs

quinta-feira, outubro 24, 2013

Utilidade Publica_ Avaí Mais Forte

Avaí MAIS forte 


Carta aberta:
"Torcedores, sócios e conselheiros do Avaí Futebol Clube.

Somos um grupo de avaianos, ex-dirigentes, sócios e conselheiros do Avaí Futebol Clube, e viemos a público nos apresentar como chapa em formação para a disputa das próximas eleições para a composição do Conselho Deliberativo do clube.

Convocamos a todos aqueles que, cumprindo os requisitos exigidos pelo Estatuto do Avaí Futebol Clube em vigência (um ano no mínimo de associação, 18 anos de idade e estar em dia com as mensalidades do clube) e se identificando com as razões e propostas que apresentaremos, venham a compor a relação de candidatos a ser registrada ou, mesmo, dar-nos seu voto.

Como é de conhecimento de todos, embora o processo de reformulação do Estatuto do Avaí Futebol Clube tenha se iniciado pela atual composição do Conselho Deliberativo do clube, as tratativas se deram com vagar que, consideramos – e sem entrar no mérito das razões para tanto – excedeu o razoável para o seu término e apresentação à Assembleia Geral, órgão máximo do clube. Isso implicou, lamentavelmente, a necessária adoção dos parâmetros do Estatuto atual para o processo eleitoral que se aproxima.

Sendo assim, entendemos que todas as discussões deste processo devem se dar, prioritariamente, em torno da formação de um novo Conselho Deliberativo. Entenda-se como novo não um rol diverso de nomes que o componham, mas um Conselho Deliberativo diferente em sua forma de atuar do que tem se apresentado nos últimos anos.

Entendemos que nenhuma instituição que obedeça parâmetros democráticos – e não conseguimos visualizar instituições modernas sem que se obedeça a estes parâmetros – pode deixar de ter um espaço de ampla discussão abrigando todas as opiniões e visões de seus integrantes, por mais divergentes que sejam.

Entendemos, ainda, que este espaço de discussão deve se constituir em centro irradiador de propostas de mudança, de avaliação das medidas adotadas pelos outros órgãos da instituição e, principalmente, de fiscalização rigorosa, contínua e eficaz, de todos os atos onerosos e/ou relevantes para a vida do clube. O Conselho Deliberativo deve ter intensa participação de seus integrantes, que apenas por razões plenamente justificáveis possam se afastar de suas obrigações de conselheiros.

Pois bem. Não é este o papel que, entendemos, vem sendo cumprido pelo Conselho Deliberativo do Avaí. Há alguns anos o órgão tem se demonstrado pouquíssimo eficaz em sua atribuição estatutária, convertendo-se em mero chancelador das políticas adotadas pela Diretoria Executiva, que, em razão disto, passou a atuar de forma centralizadora, o que afastou os conselheiros das decisões nucleares da vida do clube.

A própria conformação do Estatuto atual não comporta participação mais ativa, seja pela composição não paritária (número de conselheiros proporcional ao número de votos de cada chapa), seja pelo esvaziamento das atribuições do Conselho, seja, ainda, pela falta de uma definição clara de regras e procedimentos para suas deliberações.

De modo a promover o necessário debate neste processo eleitoral, assim como com o intuito de apresentar uma alternativa ao atual modelo, apresentamo-nos, de “portas abertas” a todos os que tenham o interesse em ver um Avaí mais forte, profissional, moderno, democrático e, sobretudo, TRANSPARENTE.

Para tanto, propomos algumas medidas das quais assumimos o compromisso de não nos afastarmos em hipótese alguma, valendo este documento como nossa efetiva fiança. São eles:

- Compromisso de apresentação de minuta de novo Estatuto à Assembleia Geral no prazo máximo de seis meses a partir da posse do novo Conselho Deliberativo, contemplando, no mínimo, os seguintes itens:

- Eleições diretas para Presidente do Clube;

- Alteração do sistema de responsabilização dos dirigentes, privilegiando a responsabilização pessoal por dívidas contraídas em nome do clube, em casos de gestão temerária, má-fé ou extrapolação da autorização da peça orçamentária;

- Composição paritária (proporcional ao número de votos das chapas) no Conselho Deliberativo;

- Endurecimento das regras referentes à participação dos integrantes do Conselho na reunião, visando a aumentar a participação dos conselheiros nas reuniões;

- Profissionalização da administração do clube de modo a promover a necessária desvinculação da pessoa dos dirigentes dos desígnios do clube, com as finalidades de dotar o clube de estrutura suficiente para que possa se sustentar sem recorrer ao auxílio financeiro de dirigentes e de dar perenidade às suas instituições e às suas políticas administrativas;

- Amplo e estruturado sistema de divulgação e transparência de todos os dados de interesse dos sócios e conselheiros, como, por exemplo, a divulgação mensal do balancete e contratação de auditoria externa periódica pelo Conselho Deliberativo, de modo a dotar-lhes de informações suficientes para que sejam, cada um, efetivos fiscais da sanidade administrativa e financeira do clube;

- Aprovação prévia do Conselho de operações de crédito, vendas, empréstimos e atos onerosos que representem importante movimentação do patrimônio do clube ou que ultrapassem o mandato da diretoria contratante;

- Aprimoramento dos sistemas de comunicação do clube para o resgate da identidade da torcida com o clube;

- Continuidade do trabalho de resgate histórico promovido pelo Clube.

- As regras atuais do processo eleitoral implicam a eleição de chapas integrais. Ou seja: se uma chapa for a mais votada, ela vai compor sozinha o Conselho Deliberativo. Entendemos que isso afasta a possibilidade de oposição e contraponto de ideias dentro do Conselho. Por isso, de modo a promover uma “burla positiva” às regras atuais, nós nos comprometemos a reservar, dentre as cadeiras restantes para o preenchimento das 300 vagas do Conselho Deliberativo, um número de cadeiras proporcional ao número de votos das chapas eventualmente derrotadas, de modo a, mesmo antes da alteração do Estatuto, o Avaí Futebol Clube tenha um Conselho Deliberativo plural e democrático.

- Entendemos que a participação no Conselho Deliberativo deve ser mais aberta e acessível aos sócios e torcedores do Avaí Futebol Clube, o clube mais popular de Santa Catarina. Propomos, então, a redução no valor da mensalidade para conselheiros, com equivalente redução de benefícios nesta modalidade de associação.

- Propomos também que os direitos dos conselheiros sejam mais próximos aos dos sócios. Entendemos que o conselheiro já possui alguns direitos extras por força do Estatuto, como o de voto nas reuniões, não sendo necessário que seja tratado de modo diferenciado em relação a outros sócios.

Ressaltamos que pretendemos discutir ideias e não pessoas. Discordamos substancialmente do que é praticado atualmente em pontos que, entendemos, são essenciais à condução do Clube e que, no ver do grupo que subscreve este documento, não vêm sendo geridos da forma mais adequada.

Convocamos, então, todos os que se identificarem com estas ideias a integrar a presente chapa e participar das discussões que se seguirão.

Saudações Avaianas."
 

Toda unanimidade é burra”, já disse Nelson Rodrigues. Seja ela contra ou a favor.
E também perigosa, podemos acrescentar.

Toda oposição é salutar. Já estou preocupado com o rumo da política Brasileira. Com tantas alianças e conchavos estamos próximo do fim da oposição política no  pais.

É com alegria que vejo surgir uma chapa de oposição para o tão criticado e omisso Conselho Deliberativo do Avaí.

As propostas como eleiçoes diretas ( com participação dos socios ) para escolha do presidente, responsabilizar dirigentes por dividas  contraidas, transparencia de dados de interesse dos socios e conselheiros e participação mas aberta e acessivel aos socios e torcedores no Conselho Deliberativo são interessantes. 

O grupo é liderado por vencedores e tem historia no Avai, ex-presidente Flavio Felix e Decio Girardi.  

Porem faço uma ressalva:  Com o Avaí brigando pelo acesso, a torcida voltando ao estadio, isso pode criar algum tipo de instabilidade.  A ideia é boa, o momento é que não sei se é apropriado.

2 comentários:

  1. Concordamos Sérgio. Esta eleição deveria ser prorrogada. Mas não é a nossa chapa que tem poderes parai isso, mas sim a situação.
    Um abraço e obrigado pelo espaço.
    Flávio Félix

    ResponderExcluir
  2. Flávio Félix, a controversia, mas tudo bem. Que seja para um Avai melhor. No minimo vai acordar muita gente acomodada. Um grande abraço!

    ResponderExcluir

Ta expiando? Gostou? Tem conta no google? Vai, comenta!
Tenha autocritica, argumente, sem usar termos chulos e obscenos (palavrões).Pode discordar, mas sem guerras verbais, ataques pessoais a pessoas e instituições. Assim tu me agradas! Danke Fur Ihren Besuch, thanks for your visit.