Minha lista de blogs

quarta-feira, outubro 23, 2013

Relax_ Uma Viagem A Belem do Pará

UM POUCO DA BELÉM
Aos 396 anos de fundação, Belém vem cada vez mais se consolidando como a capital da Amazônia mais atraente para o turista. A preferência tem um motivo: a diversidade cultural, o verde das ruas e ilhas e a criatividade de sua população são características de Belém que melhor sintetizam a Amazônia.

Um passeio com olhar mais atento pelas ruas da cidade velha (primeiro bairro da cidade) pode revelar um pouco da hibridez cultural e arquitetônica de Belém. A presença portuguesa está registrada nos traços do Complexo Feliz Lusitânia como Casa das Onze Janelas, Museu de Arte Sacra, Igreja de Santo Alexandre, Catedral da Sé e o Forte do Presépio, que além de ser o ponto de fundação da cidade, guarda relíquias dos índios, primeiros habitantes da Amazônia.
Ao visitarmos o Complexo Ver-o-Peso, o destaque é para a arquitetura inglesa presente na Praça do Relógio, Mercado de Carne e no Mercado de Ferro, um dos principais símbolos da cidade. A feira do Ver-o-Peso, onde se vende as mais variadas frutas e iguarias da Amazônia, é também local de encontro de diversas culturas.
O Mangal das Graças é um exemplo de como a capital paraense alia modernidade e preservação ambiental. O espaço, construído às margens do rio Guamá, preserva boa parte da vegetação de mangue e põe o visitante em contato com algumas espécies de pássaros e outros animais da região.
A natureza verde de Belém ainda pode ser vista no Jardim Botânico Bosque Rodrigues Alves. Isso sem contar a beleza das meninas da cidade. Cabloca ou não, lindíssimas.
Terra de grandes amigos
Alem de contar com a presteza dos amigos do lugar e comer as especialidades regionais como o Tacapa, Maniçola,( feijoada paraense) , Caruru, Pato no Tucupi, provei o verdadeiro Açai  e a Pupunha e fui ver meu Avaí jogar na Curuzu e vencer o Paysandu.

O apogeu de Belém foi entre 1890 e 1920. Quando a cidade contava com tecnologia que outras cidades do sul e sudeste ainda não possuíam. Hoje, Belém do Pará perdeu um pouco do seu poder, mas seu povo continua muito hospitaleiro. Uma metrópole com  problemas de todas as metrópoles, mas acima de tudo uma cidade encantadora.

Quem foi ao Pará e provou o Açai não esquece o Para jamais. Fui, gostei e jamais esqueceirei.

Depois de tantas festas e emoções, afônico uso a frase de Chico Buarque que resume tudo: “Eu tô só vendo, sabendo, Sentindo, escutando e não posso falar... Tô me guardando pra quando o carnaval chegar”. Vou me guardar para outro dia voltar ao Para.

Ficou feliz em saber que há coisas que não tem preço, têm valor! 
E se tivesse preço pagaria com prazer. Esses momentos em Belém seria um deles. Valeu pessoal! Um grande abraço a todos.

8 comentários:

  1. Serjão, parabéns pelas fotos, vídeos e relatos. Assino em baixo em tudo e como dizem os Paraenses “Pai D’Égua”. Muita emoção para começar o dia. Acredito que tudo foi perfeito para pessoas maravilhosas como nós que buscamos e conhecimento e acima de tudo sempre estar ao lado do nosso Avaí. Entretanto, tenho certeza já de uma curta saudade e de que os vídeos 1 e 3 estarão sempre na memória do Marrom (kkk) e o vídeo 2 na sua (kkk). Valeu meu amigo de fé meu irmão camarada. Que venha mais, pois a turma é da pesada. Obrigado por tudo. Abçs. Antonio_Coelho.

    ResponderExcluir
  2. Galera, assumo que fiquei com uma pontinha de inveja, mas daquelas invejas boas, positivas, branca...pois sei que num futuro proximo estarei junto nessas "aventuras" avaianas. Show de fotos, vídeos...e claro, a cara do Serjão cuidado da máquina é impagável. uahauaha..Grande abraço e amanhã #ressacadalotada

    ResponderExcluir
  3. Antonio_Coelho, bom dia, meu irmão, camarada! Devido a falta de tempo e compromissos profissionais, o tempo fica curto para fazer um texto mais elaborado onde possa expressar o que é Belém do Para. Porem, fiz uma síntese do que vivemos e convivemos com nossos amigos durantes esses três dias nessa cidade tão encantadora. Todos os amigos gostaram dos relatos sobre a cidade, nos acompanharam pela televisão e alguns órgãos de comunicação querem entrevistar, David - O Inglês mais apaixonado pelo Avaí. Porem a pergunta mais feita foi: - Belém o calor não é infernal? Respondi: - Gosto de sol e calor, o verão de Florianópolis é de 28 a 33 graus, Rio 40, Paraguai 40 com direito a cuspir tijolo, as cidades do Nordeste como Ceara é 33 graus a noite, Belém com seus 33 graus e um ventinho gostoso, tava bom d+. Um grande abraço e até amanha na Toca-Ressacada.

    ResponderExcluir
  4. Falar, escrever, dizer o quê???? Simplesmente inesquecível!!!!
    É isso aí Serjão, tudo foi ótimo! Um grande abraço,

    C_Aurélio

    ResponderExcluir
  5. Evandro, não lhe faltou convite, mas entendemos perfeitamente sua inveja branca. kkk
    Tem que ficar ligado mesmo. Afinal, muita gente circulando, Cerpa rolando, ja era madrugada e alguns(...não vou citar os nomes ) ja estavam pra la pra lá de Marrakesh. Abs

    ResponderExcluir
  6. C_Aurélio, bom dia! Você resumiu com precisão o que foi essa viagem a Belém do Pará. Como diria Claudiomiro: terra de Jesus Cristo. kkk
    As imagens dizem tudo, quem não foi que bata palmas para nos. kkk
    Um grande abraço e até amanha na Toca-Resscada!

    ResponderExcluir
  7. Sergão, cara me levastes as lágrimas, não sei se de emoção ou de saudades desses poucos, mas intensos momentos que convivemos juntos, com nossos amigos Antônio Coelho, Marron, Aurélio e Thiago (os de Floripa, dessa cidade Linda, que em breve estarei revendo, se Deus quiser). Esse amigo estará sempre no aguardo dessa galera sensacional, e desculpe se houve alguma falha na recepção, abraço em todos. Abraço especial no João, o de Cametá
    Claudio

    ResponderExcluir
  8. Claudinho, boa noite. Ja fui chamado de tudo, menos de Sergão, mas tudo bem, menos mal do que João Cametá. O resultado do jogo foi bom, mas nossa passagem por Belem foi inesquecível. Obrigado por tudo e sejam bem vindo! Falha jamais. Ninguem tem essa capacidade que o Belenense tem de tao bem receber amigos. Acho que isso é uma coisa nata do pessoal de sua região. Voces são pai d'égua. Um grande abraço!

    ResponderExcluir

Ta expiando? Gostou? Tem conta no google? Vai, comenta!
Tenha autocritica, argumente, sem usar termos chulos e obscenos (palavrões).Pode discordar, mas sem guerras verbais, ataques pessoais a pessoas e instituições. Assim tu me agradas! Danke Fur Ihren Besuch, thanks for your visit.