Minha lista de blogs

quinta-feira, outubro 04, 2012

Noticias do Avai_ Homenagem_TREZE TÍLIAS



treze tíliasO MUNICÍPIO DE TREZE TÍLIAS, QUE FAZ ANIVERSÁRIO NO DIA 13 DE OUTUBRO, FOI HOMENAGEADO PELO AVAÍ NA PARTIDA DIANTE DO ASA-AL, REALIZADA NO ESTÁDIO COARACY FONSECA, EM ARAPIRACA-AL. A HOMENAGEM ACONTECEU NA ÚLTIMA TERÇA-FEIRA, DIA 02, EM JOGO VÁLIDO PELA 28ª RODADA DA SÉRIE B.HOMENAGEM A TREZE TÍLIAS

O goleiro Moretto atuou com a camisa alusiva ao município.
A homenagem se estenderá até o próximo jogo, quando uma comitiva de Treze Tílias estará na Ressacada para acompanhar o jogo Avaí x CRB-AL, que está marcado para às 21 horas do dia 13   de outubro.
Treze Tílias - O Tirol Brasileiro Um pedacinho da Áustria vive no Brasil!

Esculturas

A tradição da escultura em Treze Tílias teve início com a vinda dos pioneiros austríacos em 1933, quanto Georg Thaler recebeu de seu irmão Andreas Thaler, o fundador da cidade, a encomenda de um presépio para a pequena capela de Treze Tílias, para o Natal daquele ano. Neste mesmo grupo de pioneiros imigrantes estava o filho de Andreas, Andrä Thaler, cuja influência sobre os escultores da família Thaler foi decisiva. Nos primeiros anos de imigração, Andrä Thaler vivia da atividade agrícola, dedicando seu tempo livre à pintura e à escultura, e com o passar do tempo voltou-se exclusivamente à arte.
Em 1953 chegou a Treze Tílias o acadêmico Josef Moser, formado em Esculturas Sacras pela Academia de Artes de Munique-Alemanha. Durante 20 anos trabalhou em Treze Tílias com temas em sua maioria sacros, mas executou também esculturas de temas do cotidiano dos trabalhadores rurais.
Johan Bachler foi aprendiz de Josef Moser, iniciando sua atividade por volta de 1940. Realizou vários trabalhos de esculturas sacras e seculares de todos os tamanhos. Vive atualmente em São Paulo.
Foi a arte sacra que impulsionou a escultura em madeira no município, tornando-a conhecida internacionalmente. A divulgação da escultura contribuiu para o desenvolvimento do turismo em Treze Tílias.

Inspiração

Da inspiração à conclusão de uma obra artística, o escultor necessita desde conhecimentos técnicos até uma sensível percepção de expressão em formas. Com a ideia em mente, o artista procura o material adequado para executá-la.
A princípio são feitos vários cortes, deixando a madeira com o volume e dando-lhe uma forma ainda bruta.
Para isso o escultor muitas vezes usa, em peças médias e grandes, uma moto-serra, que facilita na remoção de grandes massas de madeira.
Com os formões é dada  forma à madeira. Conforme o trabalho avança, aumenta a quantidade de detalhes a serem trabalhados.
O acabamento visa manter ou melhorar a superfície da figura esculpida, tratar e proteger a madeira para boa conservação, e até mesmo causar o efeito desejado através de recursos variados, tais como policromia, pintura, polimento, entre outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ta expiando? Gostou? Tem conta no google? Vai, comenta!
Tenha autocritica, argumente, sem usar termos chulos e obscenos (palavrões).Pode discordar, mas sem guerras verbais, ataques pessoais a pessoas e instituições. Assim tu me agradas! Danke Fur Ihren Besuch, thanks for your visit.